Espirituialidades e Sociedade


Notícias:

>  Evangelho com Divaldo Franco - Mansão do Caminho



Compartilhar
 

 

 

18/06/2018

 

 

Evangelho com Divaldo Franco - Mansão do Caminho

 

Texto: Clelvis Correia
Fotos: Jorge Moehlecke

 

Nesta bela manha de sábado, 16/06/2018, Divaldo Pereira Franco visitou o Recanto Waldir Beira. Local encantador localizado dentro da Mansão do Caminho, com mata Atlântica virgem, pássaros, macacos sagui, gansos, carpas e outras espécies.



Amigos do Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e da Mansão do Caminho desfrutaram da presença de Divaldo e do belo local.

Divaldo, aproveitando o momento, solicitou a leitura do Evangelho Segundo o Espiritismo e ao abri-lo, deparamo-nos com o Capitulo 15 Fora da Caridade não há Salvação.

Os amigos presentes, após a leitura, explanaram sobre o tema levando-nos a profundas reflexões e proporcionando-nos uma profunda Saudade do Mestre Jesus.
A necessidade de nos doarmos em vez de darmos coisas.

Logo após os breves comentário dos amigo, Divaldo presenteou-nos com sua interpretação, levando-nos as lágrimas.

A história do escritor Russo, Leon Tolstoi, “Visita de Natal”.

Um aldeão russo, muito devoto, constantemente pedia nas suas orações que Jesus viesse visitá-lo na sua humilde choupana.

Na véspera do Natal sonhou que Jesus iria aparecer-lhe, teve tanta certeza da visita que, mal acordou, levantou-se e começou a pôr a casa em ordem para receber o hóspede tão esperado.

Uma violenta tempestade de neve acontecia lá fora.

E o aldeão continuava com os afazeres domésticos, cuidando também da sopa de repolho, que era o seu prato predileto.

De vez em quando observava a estrada, sempre à espera…

Decorrido algum tempo, viu que alguém se aproximava caminhando com dificuldade no meio da neve. Era um pobre senhor, mal vestido e sujo, que próximo a sua porta tomba devido a fome.

Compadecido, saiu de casa e foi ao encontro dele. Levou-o para a choupana, repartiu com ele a sopa de repolho. Só o deixou ir embora depois de ver que já tinha forças para continuar a jornada.

Olhando de novo através da vidraça, avistou uma mulher na estrada coberta de neve. Foi buscá-la, e abrigou-a na choupana. Fez com que se sentasse à lareira, deu-lhe de comer, embrulhou-a na sua própria capa… Não a deixou partir enquanto não readquiriu forças suficientes para a caminhada.

A noite começava a cair… E nada de Jesus!

Já quase sem esperanças, o aldeão foi novamente à janela e viu a estrada coberta de neve. Visualizou uma criança e percebeu que se encontrava perdida e quase congelada pelo frio… Saiu, pegou na criança e levou-a para a cabana. Deu-lhe de comer, e não demorou muito para que a visse adormecida ao calor da lareira.
Cansado e desolado, o aldeão sentou-se e acabou por adormecer junto ao fogo. De repente, viu um homem aproximando-se, Era Jesus! Diante do pobre aldeão, envolto numa túnica.

O aldeão diz-lhe:

– Ah! Senhor! Esperei por Ti, o dia todo, e não apareceste…

E Jesus respondeu-lhe:

– “Já por três vezes, hoje, visitei a tua choupana: O homem humilde que socorreste, aqueceste e deste de comer… Era Eu! A pobre mulher, a quem auxiliou … Era Eu! A criança que salvaste da tempestade, também era Eu…” “O Bem que a cada um fizeste, a mim mesmo o fizeste!”.

“porque tive fome, e me destes de comer; tive sede, e me destes de beber; era forasteiro, e me acolhestes; estava nu, e me vestistes; adoeci, e me visitastes; estava na prisão e fostes ver-me”. Matheus 25 : 35-36

Divaldo - finaliza: -

“A proposta desta caridade, caridade da renúncia, caridade do amor a alguém, caridade da esperança, e tornar o mundo menos trágico, menos déspota, um mundo mais acessível... Um novo mundo onde aspiramos novos ideais. Ideais mais belos, que nosso riso será o riso de outros, a nossa lágrima será a compaixão ao lado de outras lágrimas, porque somos espíritos em um grande trânsito, a serviço de Jesus”.

 

 

Fonte: http://www.noticiasespiritas.com.br/2018/JUNHO/18-06-2018.htm

 

 

>>>   clique aqui para acessar a página principal de Notícias

>>>   clique aqui para voltar a página inicial do site

>>>   clique para ir direto para a primeira página de Artigos, Teses e Publicações