Espiritualidade e Sociedade



Gismair Martins Teixeira

>   O Espiritismo e a Mulher de Preto


Artigos, teses e publicações

Compartilhar

Gismair Martins Teixeira
>   O Espiritismo e a Mulher de Preto


>  texto disponível em pdf - clique aqui para acessar

 

(trecho inicial)


Nas páginas da sua Revista Espírita, Allan Kardec chamou a atenção para um fenômeno que pôde observar quando o processo do seu trabalho de sistematização da doutrina espírita já estava adiantado. Trata-se da apropriação das artes da temática de cunho nitidamente espiritista para a elaboração de suas produções. Menciona Kardec, citando exemplos diversos de seu tempo, a produção de escritores, dramaturgos, pintores, cujas produções abordavam a temática da sobrevivência do espírito à morte corporal, a reencarnação e outros postulados doutrinários que se referiam de maneira clara aos princípios do espiritismo, chegando mesmo algumas a citá-lo nominalmente.

Naquele já distante período da implantação das ideias espíritas, algum leitor superficial da nova filosofia poderia pensar que se tratasse de algum entusiasmo ingênuo por parte de Kardec. E que tais apropriações por parte do mundo artístico fossem um fenômeno passageiro. Contudo, ao que parece, o teórico do espiritismo teve uma notável apreensão dos desdobramentos que aguardavam a relação arte/espiritismo. Já no final do século XIX, os irmãos Lumière desenvolviam o embrião daquela que viria ser a mais pujante indústria do entretenimento: o cinema. A chamada Sétima Arte agregou em sua produção elementos de outras instâncias artísticas, como a literatura, a fotografia e o teatro numa composição que surgiu para ficar em definitivo.

>   texto disponível em pdf - clique aqui para acessar
>   leiam o artigo completo em word
- clique aqui para acessar

 

Gismair Martins Teixeira é doutorando em Estudos Literários pela UFG e professor

*

Leia também de Gismair Martins Teixeira:


>  Chico Xavier, Divaldo Franco e Goiânia
>  Os 106 anos do nascimento de Chico Xavier
>  O Espiritismo e a Mulher de Preto
>  O espiritismo e o bicentenário de Dickens
>  O Etos Psicoterapêutico espírita no romance A Mulher que escreveu a Bíblia, de Moacyr Scliar
>  As faces literárias de um goiano de coração: A trajetória cultural de Emídio Brasileiro
>  Freud, o mosaico de citações e “O Livro dos Espíritos
>  Hipátia, a cinebiografia e a materialização de uma alma
>  O Intertexto Mediúnico de uma Dissertação de Mestrado e a Discursividade Espírita
>  Joana de Ângelis, o imaginário espírita e os versos de Goethe    
>  Kardec e a gênese do imaginário espírita
>  Léon Denis e a reencarnação das fontes bíblicas
>  O paraíso sob um novo olhar
>  O Relógio Belisário, de José J. Veiga e o Imaginário Espírita
>  Um gênio no laboratório de Kardec - John Milton
>  Uma alegoria evangélica sobre a missão de Kardec

 

Gismair Martins Teixeira; Maria do Socorro Pereira Lima:

>  O quadricentenário da morte de William Shakespeare e uma pergunta de Denizard Rivail




topo

 

 

Acessem os Artigos, teses e publicações: ordem pelo sobrenome dos autores :
- A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O
- P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z - Allan Kardec
* lembrete - obras psicografadas entram pelo nome do autor espiritual