Paulo da Silva Neto Sobrinho

>    Reencarnação e o inconsciente coletivo

Artigos, teses e publicações

Compartilhar

Paulo da Silva Neto Sobrinho
>    Reencarnação e o inconsciente coletivo



Acompanhemos o seguinte diálogo:

 

- Por favor, Dr. Odilon – solicitou Paulino -, esmiúce mais a questão de estarmos 50 anos à frente de nossos irmãos encarnados... Que exemplo prático o senhor poderia nos dar neste sentido?

- A tecnologia ligada à computação... Se os nossos irmãos estudarem detidamente o assunto, concluirão pela realidade da Reencarnação.

- Como assim?...

- É simples – esclareceu o Instrutor -: veja-se a facilidade com que as crianças aprendem a lidar com toda espécie de engenho eletrônico, principalmente com o computador... Ora, a memória não é genética e, portanto, não é hereditária. Os filhos não poderiam ter herdado de seus pais nenhuma habilidade neste sentido. Onde foi, então, que adquiriram cérebro para tanto? Nas vidas pretéritas? É evidente que não, pois o computador é conquista recente no mundo.

- O desembaraço das crianças é notável!... – exclamou Paulino.

- E o dos adultos é deplorável!... – emendei, fazendo-se sorrir. – Lembro-me da dificuldade que eu tinha com um simples controle remoto!... É como fala o ditado: “Sabão não espuma em cabeça de burro velho”.

- Os meninos, parece que já “nascem” sabendo...

- Por que, Paulino? Porque o computador surgiu primeiro por aqui e os meninos que estão reencarnando agora já tiveram acesso a eles antes, ou seja, não se lhes constitui em novidade nenhuma espécie de engenho eletrônico. Por assim dizer, quase todos são autodidatas, de vez que o que ainda é de poucos sobre a Terra, na dimensão que povoamos é de quase todos...

[...]

- As suas considerações são interessantíssimas, Odilon, eu nunca havia pensado no fato de o que se conhece sobre a Terra ter a sua origem no que se sabe na Vida Espiritual...

- São as reminiscências com as quais reencarnamos. Citando novamente Platão, o fiel discípulo de Sócrates afirmava que “aprender é recordar”... [...] (BACCELLI, C. A., Infinitas Moradas, pp. 52-54).

 

 

Achamos esse trecho muito interessante, que poderia desvendar o mistério do inconsciente coletivo.

A Psicanálise diz que o inconsciente coletivo são as experiências de antepassados da humanidade que se acumularam na mente humana ao longo de sua evolução, por isso é que explicam a TRVP – Terapia Regressiva de Vivências Passadas - como reflexo desse inconsciente coletivo. É óbvio que a Psicanálise não prova tal hipótese, apenas empiricamente dizem que é assim; até os dias atuais nada disso foi provado cientificamente. Um dia a prova virá, mas dirá que esse inconsciente coletivo é nada mais que a memória integral, local onde se encontra arquivado todo o nosso conhecimento - soma das nossas experiências pessoais adquiridas ao longo do processo evolutivo que se dá através das nossas anteriores reencarnações.

Entretanto, se o fato narrado no livro for verdadeiro, cai por terra esse argumento de que é o inconsciente coletivo. Por outro lado, se trazemos dos antepassados, como explicar que pessoas nascidas no meio de selvagens não produzem conhecimentos adquiridos pelos civilizados? Na questão da regressão de memória se consideramos que todos os pacientes teriam a possibilidade de acessar a esse arquivo de experiências dos antepassados, já que é comum a todos, diríamos que, em tese, todos poderiam passar pelas mesmas experiências, entretanto, não é o que acontece conforme os fatos que são relatados pelos pesquisadores.

Na regressão de memória, só vêm à mente fatos vividos pela própria pessoa, que experimenta todas as antigas sensações num processo individualizado. O que se confirma com a pesquisa realizada pelo Instituto Nacional de Pesquisa e Terapia Vivencial Peres que constatou que, na regressão de memória, a área do cérebro utilizada é a da memória:

“... Entre os estudos, um feito em parceria com a Universidade da Pensilvânia/EUA, monitorou o fluxo sanguíneo no cérebro e revelou que as estruturas mais solicitadas são as do lobo médio temporal e as do lobo pré-frontal esquerdo, que respondem pela memória e pela emoção. A conclusão é que as histórias contadas durante a terapia regressiva não são fruto da imaginação, pois, se assim fosse, o lobo frontal seria acionado e a carga emocional não seria tão intensa” (IstoÉ, nº 1780, 12/11/2003, pág. 56).

Como as coisas ficariam mais fáceis de serem compreendidas, se, ao invés, de coletivo, disséssemos inconsciente individual, onde são acumuladas as próprias experiências vividas anteriormente por cada um de nós, não ficaria tal e qual o que supomos ocorrer no processo reencarnatório. Ou seja, cada um é produto de si mesmo, fruto de sua própria evolução.

 

Fonte: http://www.apologiaespirita.org

 


topo

 

 

Visitem o site do autor - Paulo da Silva Neto Sobrinho
http://www.paulosnetos.net

 

Leiam outros artigos do autor

Paulo da Silva Neto Sobrinho

>  Afinal de contas, Deus perdoa?
>  Ajustes aos dogmas
>  A aparição de Jesus depois da morte
>  A Arca de Noé
>  A aura e os chacras no Espiritismo
>  Bodas de Caná, o casamento de Jesus?
>  As cartas de Paulo sobre os homossexuais
>  A Ciência desmente o Espiritismo?
>  A comunicação entre os dois planos
>  Comunicação com os mortos
>  O Consolador veio no Pentecostes?
>  Contra os Desafios sobre provas da vida após morte
>  O Controle Universal do Ensino dos Espíritos - CUEE, ainda vale?
>  A Conversa de Jesus com Nicodemos
>  O corpo de Jesus ressuscitado
>  Corpo físico e Espírito: qual é o mais importante
>  Corpos incorruptos
>  Os 10 mandamentos
>  Deus proibiu evocar-se os mortos?
>  Diante da Morte
>  E aconteceu no Sinai
>  Ecos do Passado - O paganismo no cristianismo
>  EQM: Prova da Sobrevivência da alma
>  E quanto ao Espírito não Sabes donde Vem
>  Espíritas abraçando a fé cega
>  Espírito de Pessoa Viva ao se manifestar conseguiria mudar de aparência?
>  Espírito de Verdade, quem seria ele?
>  Espíritos e médiuns não são infalíveis
>  Espíritos em Prisão
>  Os espíritos se comunicam na Igreja Católica
>  Os Espíritos Superiores e o livre-arbítrio
>  Evocar os espíritos: Moisés ou Kardec?
>  Os excluídos
>  Evolucionismo e Criacionismo
>  Os fatos provam a reencarnação
>  Flávio Josefo cita Jesus?
>  Freud no divã
>  A Gravidez de Espíritos
>  Homossexualidade na Visão Espírita
>  Imortalidade da Alma e a Bíblia
>  Incorporação por Espíritos
>  Inferno ou Purgatório?
>  Influência dos Espíritos em nossas vidas
>  Inspiração dos textos bíblicos
>  A irresponsável discriminação contra os homossexuais
>  Jesus é o Espírito de Verdade
>  Jesus ficava calado?
>  Jesus não é o Espírito da Verdade
>  Jesus pode ser considerado Deus?
>  Jesus teve ou não Irmãos?
>  Jesus veio cumprir a lei?
>  João Batista é mesmo o Elias?
>  Josefo, os fariseus e a reencarnação
>  Kardec não antecipou Darwin
>  Kardec reencarnou-se como Chico?
>  Manifestação de Espírito no Congresso Nacional
>  Manifestação de Espírito de pessoa viva: é possível em estado de vigília?
>  Mar Vermelho na “Arqueologia” de Ron Wyatt
>  Mas os mortos não estão proibidos de evocar os vivos
>  O Mau-Olhado na Ótica Espírita
>  Mediunidade de Incorporação
>  Mediunidade no tempo de Jesus
>  Mediunidade - percepção da Psique humana : proposição de um novo conceito para a mediunidade
>  A Memória Genética não explica a reencarnação
>  Os milagres existem?
>  Moisés – primeiro inquisidor
>  Os mortos estariam dormindo?
>  A mulher na Bíblia
>  Nada é definitivo nas obras básicas
>  Neurocirurgião muda de opinião após vivenciar uma EQM
>  Os nomes dos títulos dos Evangelhos designam seus autores?
>  Para entender o Espiritismo - Resposta ao “parapsicatólico”
>  O Papel dos Médiuns na Comunicação
>  Pedro, tu és Papa?
>  Perdão, punição, redenção, crença ou reencarnação?
>  O perispírito não é fluido vital
>  Possessão: há a posse física do encarnado?
>  Preexistência do Espírito
>  A profecia sobre a volta de Elias se realizou?
>  As provas da sobrevivência do espírito
>  Quais são as Obras Básicas?
>  Qual a primeira obra espírita que deve ser lida?
>  Os quatro Evangelhos de Roustaing
>  Quem era o discípulo a quem Jesus amava?
>  A Questão do Bom ladrão
>  Racismo em Kardec?
>  A reclamação de um defunto
>  Reencarnação - Bibliografia
>  Reencarnação, a prova definitiva
>  Reencarnação e as pesquisas científicas
>  Reencarnação e a evolução humana
>  Reencarnação e o inconsciente coletivo
>  A Reencarnação é um dogma dos espíritas?
>  Reencarnação no Concílio de Constantinopla - (Orígenes x Império Bizantino)
>  Reencarnação no contexto histórico
>  Reencarnação no Evangelho, A
>  Reencarnação no Pentateuco
>  Reencarnação x ressurreição física e penas eternas
>  Religião Espírita: é o que, de fato, é o Espiritismo
>  Ressurreição da Carne?
>  Ressurreição, o significado bíblico
>  Ressurreição ou Reencarnação?
>  Reunião de doutrinação (esclarecimento) de espíritos foi recomendada na codificação?
>  Reuniões mediúnicas de desobsessão (doutrinação ou esclarecimento de Espíritos)
>  Satanás – ser ou não ser, eis a questão
>  Segredos da supermemória
>  Será que os profetas previram a vinda de Jesus?
>  Será que Saul conversou com Samuel-espírito?
>  Sinal combinado para confirmar contato com os mortos
>  Só a reencarnação para explicar
>  Somente Espíritos Superiores trazem-nos novas instruções?
>  Sudário: relíquia verdadeira ou falsificação medieval
>  Teodora e as 500 prostitutas
>  Terrorismo Religioso
>  Todos nós somos médiuns
>  Torre de Babel: o carro na frente dos bois
>  Tradutor, traidor
>  Trindade - o “mistério” criado por um leigo, anuído pelos teólogos
>  A vida do espírito é só no corpo físico?

Leiam também de Paulo da Silva Neto Sobrinho, em co-autoria

Silva Neto Sobrinho, Paulo da & Silva, Vladimir Vitoriano da

 >  Deuteronômio – lei divina ou mosaica?

 
Visitem o site de Paulo da Silva Neto Sobrinho


 >>>   http://www.paulosnetos.net