Espiritualidade e Sociedade



Ian Stevenson

>   Crianças americanas que reivindicam lembrar de vidas passadas

Artigos, teses e publicações

Compartilhar

Ian Stevenson
>   Crianças americanas que reivindicam lembrar de vidas passadas

 

* texto disponível em pdf - clique aqui para acessar

 

 

(trecho inicial)

 

Crianças americanas que reivindicam lembrar de vidas passadas

The Journal of Nervous and Mental Disease (1983), Vol. 171, No. 12, pp. 742-748

 

Um desconhecido número de crianças americanas alegam lembrar de vidas passadas. Neste artigo, dados de 79 dessas crianças são analisados e comparados com os dados de um número maior de casos na Índia.

Poucas crianças americanas destes casos fazem declarações verificáveis, e aquelas que fazem quase sempre falam sobre as vidas de membros falecidos de suas próprias famílias. Nesta característica, casos americanos diferem dos indianos, onde as crianças normalmente falam das vidas de pessoas falecidas em outra família e freqüentemente em outra comunidade. As crianças indianas também com freqüência fazem declarações verificáveis sobre as vidas de tais pessoas.

Em alguns outros pontos, porém, como a idade da primeira declaração sobre as vidas prévias, o conteúdo das declarações que fazem e comportamentos incomuns relacionados, sujeitos americanos assemelham-se bastante aos da Índia.

Embora muitos dos casos americanos possam derivar de fantasias, um motivo de desejo realizável ou evidente proveito para a criança não é discernível na maior parte deles. Nem fazem os casos se assemelharem em suas fantasias sob a forma de amigos imaginários.

Alguns casos americanos deste tipo acontecem em famílias que já acreditam em reencarnação, mas muitos outros não. Nestas famílias as declarações da criança sobre uma vida prévia são freqüentemente enigmáticas e até alarmantes para seus pais. A criança é às vezes envolvida em conflito sobre memórias aparentes com membros de sua família. Por sua vez, os membros de família imediatamente envolvidos quase sempre temem que outros familiares ou outras pessoas na comunidade considerem a criança anormal.

Muitos casos americanos são inicialmente reportados anos depois da primeira fala da criança sobre uma vida prévia; e parece provável que muitos outros casos nunca sejam reportados. Um propósito deste artigo é alertar psiquiatras e pediatras para a ocorrência de tais casos e encorajar o relatório deles para estudos adicionais.

(...)

Vários tipos de evidência mostraram que para muitos dos informantes a idéia de reencarnação era estranha ou incompatível. Primeiro, os pais freqüentemente reconheceram que reencarnação não era ensinada (e em algumas exemplos eram especificamente censuradas) na religião em que foram educados. Segundo, eles freqüentemente admitiram que inicialmente zombaram, ralharam e ocasionalmente castigaram a criança por reivindicar lembrar de uma vida prévia. Terceiro, às vezes, anos decorreram entre a alegação da criança sobre uma vida prévia e a notificação dos informantes sobre o caso. (existem várias explicações possíveis para esta demora, mas uma foi a falha em não se considerar de modo sério as declarações da criança) Quarto, muitos informantes não gostavam que outros membros de sua família soubessem que eles estavam comunicando informações sobre o caso para mim. Quinto, alguns pais escreveram ou telefonaram em um estado de confusão e ocasionalmente alarmados em relação às declarações da criança, pois que eles obviamente não tiveram nenhum preparo em uma experiência anterior ou instrução religiosa.

Estas observações (e às vezes mais declarações explícitas dos pais) indicam que as declarações da criança frequentemente conflitam de modo sério com as crenças de seus pais e outros membros de suas famílias. Elas também sugerem que em razão de alguns casos permanecerem não relatados por um tempo, outros casos — cujo número não podemos supor — podem nunca se tornarem conhecidos pelos investigadores.

 

* continue a ler - texto disponível em pdf - clique aqui para acessar

 

Leiam de Ian Stevenson:
seta dupla verde claro direita  Metade de uma carreira com a paranormalidade
seta dupla verde claro direita  Metade de uma carreira com a paranormalidade - autobiografia
seta dupla verde claro direita  Características dos Casos do Tipo Reencarnação entre os Igbos da Nigéria
seta dupla verde claro direita  O caso "perfeito" de Reencarnação
seta dupla verde claro direita  Crianças americanas que reivindicam lembrar de vidas passadas
seta dupla verde claro direita  Entrevista para a Revista Internacional de Espiritismo – Março/1972

Stevenson, Ian; Haraldsson, Erlendur
seta dupla verde claro direita  The Similarity of Features of Reincarnation Type Cases over Many Years: A Third Study

Stevenson, Ian; Story, Francis
seta dupla verde claro direita  Um Caso do Tipo Reencarnação no Ceilão: O Caso de Disna Samaras

 

 

 


topo