Espiritualidade e Sociedade





Roberta Müller Scafuto Scoton

>    Espiritismo e medicina no Brasil: um balanço historiográfico

Artigos, teses e publicações

Compartilhar

Roberta Müller Scafuto Scoton
>    Espiritismo e medicina no Brasil: um balanço historiográfico

 

Tutora a distância no curso de Pedagogia da UFJF e professora da rede estadual de educação do Estado de Minas Gerais.
Graduada em História pela UFJF e mestre em Ciência da Religião pela mesma instituição. Bolsista da Capes durante o mestrado


- texto disponível em pdf - clique aqui para acessar -

(trecho inicial)

É recente o interesse entre pesquisadores acerca do tema da religião espírita no Brasil e sua história. A historiadora Beatriz Teixeira Weber chega mesmo a afirmar que existe um “silêncio historiográfico sobre o tema”, que é justificado pela “desculpa” de que é muito difícil encontrar fontes primárias a respeito do mesmo. (WEBER, 1999: 200) A Revista de História da Biblioteca Nacional de junho de 2008 teve o espiritismo como tema de capa – “Espiritismo: a ‘crença de loucos’ que conquistou o Brasil” –, sendo abordado por Emerson Giumbelli e Arthur Cesar Isaia. No mês de agosto de 2009 será publicada a Revista Debates do NER (do Núcleo de Estudos da Religião da UFRGS) que terá como tema o Espiritismo. Portanto, observa-se o arrefecimento da importância que o tema tem tomado no ambiente acadêmico.

Neste artigo, abordarei os estudos que enfocam a história do espiritismo e sua relação com a medicina. Especificamente o tema “Espiritismo e Medicina” têm sido trabalhado academicamente por historiadores, sociólogos, antropólogos, cientistas da religião, entre outros. Centrarei nos trabalhos que tenham um enfoque nos finais do século XIX até o final da primeira metade do século XX. Destes trabalhos percebe-se as seguintes tendências temáticas:

1) O primeiro grupo de pesquisas enfoca o espiritismo como uma das modalidades de cura que concorriam com a medicina acadêmica, que se oficializava em fins do século XIX.

2) No segundo grupo, observam-se pesquisas que se centram no campo do discurso médico sobre as ideias e práticas espíritas – e também a influência deste discurso sobre outras esferas, como jornalística e intelectual.

3) Já no terceiro grupo, destacam-se os trabalhos que fazem uma abordagem institucional, através da análise de asilos, hospícios e hospitais espíritas.


- texto disponível em pdf - clique aqui para acessar -

 

Fonte:
Sérgio Ricardo da Mata, Helena Miranda Mollo e Flávia Florentino Varella (orgs.).
Anais do 3º. Seminário Nacional de História da Historiografia: aprender com a história? Ouro Preto: Edufop, 2009. ISBN: 978-85-288-0061-6

 



topo

 

 

Acessem os Artigos, teses e publicações: ordem pelo sobrenome dos autores :
- A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O
- P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z - Allan Kardec
* lembrete - obras psicografadas entram pelo nome do autor espiritual