Espiritualidade e Sociedade





Joseni Pereira Meira Reis; Ana Maria Oliveira Galvão

>  O Espiritismo como instância de participação nas culturas do escrito em Caetité, Bahia (1905-1930): o caso de um sujeito

Artigos, teses e publicações

Compartilhar

Joseni Pereira Meira Reis; Ana Maria Oliveira Galvão
>   O Espiritismo como instância de participação nas culturas do escrito em Caetité, Bahia (1905-1930): o caso de um sujeito

Joseni Pereira Meira Reis - FILIAÇÃO: Professora Assistente da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), doutoranda em Educação do programa de Pós-graduação da FAE-UFMG. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisa Cultura Escrita, vinculado ao GEPHE. Membro do NEPE

Ana Maria Oliveira Galvão - FILIAÇÃO: Professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Pesquisadora do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) Coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisas em Cultura Escrita, vinculado ao GEPHE.

 

texto disponível em pdf - clique aqui para acessar

 

II Simpósio Internacional de História das Religiões
XV Simpósio Nacional da ABHR - Associação Brasileira de História das Religiões

CFH/UFSC, 25 a 29 de julho de 2016 Florianópolis, Santa Catarina, Brasil

 

RESUMO


Este trabalho tem como objetivo analisar de que maneira a participação em ações relacionadas à doutrina espírita contribuiu para a aproximação de um sujeito das culturas do escrito. João Gumes, nascido em Caetité, cidade do Alto Sertão da Bahia (1858-1930), teve a sua formação escolar restrita, mas desenvolveu grande habilidade com as letras. Assim, interessa-nos saber: o nível de aproximação que a família de Gumes desenvolveu com o Espiritismo; quais eram os livros que orientavam as leituras do sujeito; o que Gumes produziu e escreveu sobre o espiritismo; como se deu o processo de apropriação dessas leituras.

Os estudos realizados no âmbito da história cultural, da história da cultura escrita e da história da educação têm-se constituído nas principais bases teórico-metodológicas do estudo. O período investigado pela pesquisa compreende os anos de 1905 a 1930, que compreende o momento em que Gumes produziu alguns dos seus romances. Entretanto, deve-se ressaltar que, anteriormente a esse período, Gumes já era adepto do Espiritismo. A proximidade de Gumes com o Espiritismo parece ter sido favorecida pelas leituras, assim como pelas redes de sociabilidade; geralmente eram pessoas que faziam parte da elite política e econômica, a exemplo de Aristides Spínola, considerado um dos precursores do espiritismo em Caetité.

 



topo

 

Acessem os Artigos, teses e publicações: ordem pelo sobrenome dos autores :
- A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O
- P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z - Allan Kardec
* lembrete - obras psicografadas entram pelo nome do autor espiritual