Rodrigo Queiroz

>  Mediunidade Atrapalha?

Artigos, teses e publicações

Compartilhar

Rodrigo Queiroz
>   Mediunidade Atrapalha?


Primeiramente vamos banir de nossa mente aquela idéia super errada, na verdade é um mito, de que mediunidade é um carma, provação, pagamento de dívidas, obrigação, etc...

Simplesmente devemos entender que mediunidade significa"meio", ou seja, é a capacidade que as pessoas tem de servir como intermediador (intermediário) entre o plano físico e os espirituais.

Segundo Allan Kardec, todas as pessoas são médiuns, claro que em graus diferentes, esta teoria parte do princípio que a intuição já é uma comunicação com os espíritos, logo é um fenômeno mediúnico. Mas não vou me aprofundar neste tema dos tipos de mediunidade de incorporação, principalmente voltada para a Umbanda, caso não venha me desenvolver, isto irá me atrapalhar em meus compromissos profissionais ou até influenciará na minha vida como um todo?

Pois é irmãozinhos, este questionamento é muito comum e de fato, quando mal compreendido, faz com que as pessoas se afastem de seu dom natural.

Mediunidade, irmãos, é um dom natural divino. Na Umbanda entendemos que o médium é um Templo Vivo de Deus, pois nele Deus se manifesta através de seus mensageiros sagrados. Que lindo né? Sempre que falo isto até me emociono, sinto um calafrio em pensar na responsabilidade e me alegro por ter a oportunidade de servir ao nosso Divino Criador. Entendendo desta forma tudo ficará mais fácil para sua iniciação e longa vida mediúnica.

É certo que para você ser iniciado no desenvolvimento mediúnico, exigirá de você certas dedicações, claro que nada que venha a lhe atrapalhar e sim te ajudar. Inicialmente assumirá um compromisso com o astral que te ampara, asim como com o astral do Templo ao qual irá pertencer. Seguirá um regimento interno se adaptando a normas de conduta e evolução moral. Assuma as responsabilidades que poderá cumprir, nada mais.

Coisas do tipo, orações. acender velas, banhos de ervas, dietas controladas no dia de trabalho mediúnico, leitura e assim por diante, passam a ser parte de sua vida e naturalmente vai sendo incorporado no seu modo de ser. Tudo está voltado para as prioridades, por exemplo, se você prefere ir numa balada noturna bem nos dias de trabalho mediúnico, do que praticar a caridade para aqueles necessitados e se aproximar mais de Deus, então já é um grande problema, entende? Prioridades!

Mas se a sua preocupação, no caso de você se desenvolver, é se acontecerá de entidades baixarem em qualquer lugar, como no seu serviço, em casa, com os amigos ou coisa parecida, ou ainda, se você terá distúrbios de alguma natureza que venham a atrapalhar a sua vida, fique tranquilo, isto é balela.

Se você já presenciou isto ou ouviu falar, então afirmo, isto é fruto de desequilíbrio mdiúnico e psicológico do médium. Sem contar aqueles que usam como charlatanismo as manifestações astrais, mas isto já é outra história.

Irmãos, os mentores da Luz têm muito o que fazer, eles não estão à nossa disposição o tempo todo. A verdade é que quando assumem o compromisso com o médium, por exemplo, toda sexta-feira fulano vai ao Templo para seu trabalho espiritual, daí o caboclo anota no seu "post it", para que este compromisso se agregue a tantos outros que ele tem em outras esferas.

O grande problema é que as pessoas pensam que o espírito é como elevador, você aperta um botão e eles baixam. Não é assim, As coisas são bem diferentes.

Manifestação espiritual tem hora e lugar certo, principalmente no início. Não fique preocupado. Ache uma casa de confiança onde esteja pautada pelo estudo das coisas do Divino e se entregue ao seu Dom Natural, que só somará na sua vida. Fique íntimo de si próprio, de Deus e do Astral e verá como é maravilhoso ser "cavalinho".

Estude, estude e estude, assim não entrará em desequilíbrios mediúnicos e tampouco será alvo de espíritos zombeteiros para se aproveitarem de sua ignorância e inocência.

A Umbanda é Luz, o conhecimento é liberdade e a Fé é o sustento de nossa alma.

Encerro este texto com uma lição de Ramatís - "Se os homens usassem pra si próprios o que aprendem, já teriam cumprido com a missão do Cristo na Terra".

 

Fonte: JUS - 66



topo

 

Leiam de Rodrigo Queiroz

seta dupla verde claro direita  Breve ensaio sobre a crença pós morte e funeral na Umbanda
seta dupla verde claro direita  Função das oferendas
seta dupla verde claro direita  Ética
seta dupla verde claro direita  Lixo Umbandista
seta dupla verde claro direita  Mediunidade atrapalha?

 

 

Acessem os Artigos, teses e publicações: ordem pelo sobrenome dos autores :
- A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O
- P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z - Allan Kardec
* lembrete - obras psicografadas entram pelo nome do autor espiritual