Marcelo Henrique Pereira

>   Ombudsman da Imprensa Espírita

Artigos, teses e publicações

Compartilhar

Marcelo Henrique Pereira
>   Ombudsman da Imprensa Espírita

 


OMBUDSMAN DA IMPRENSA ESPÍRITA
ANO I – NÚMERO 2 – MARÇO DE 2007

 

O Jornal “Mundo Espírita”, da Federação Espírita Paranaense (FEP), nos últimos tempos, tem adotado uma linha editorial simplificada, com ênfase para mensagens de teor doutrinário-religioso-moral e/ou divulgando suas ações, eventos e iniciativa (passados e presentes). Surpreendentemente, na edição de março de 2007 (n. 1.472), em matéria central, se visualiza a publicação do artigo “As algemas do espírito”, de autoria de Clayton Reis. A construção ideológica do pensamento do articulista é oportuna e decisiva, não só em termos espíritas, como no alcance na vida espiritual (incluída, aí, a necessária peregrinação nas vestes carnais). Pinço, do original, o seguinte trecho, valoroso e indispensável: “A liberdade de ação da pessoa livre de suas “algemas” dogmáticas, torna o ser humano capaz de assimilar as extraordinárias riquezas que se encontram presentes no Universo, bem como captar das esferas superiores os eflúvios destinados à modelação dos Espíritos e de nossas ações”. Felicidade do autor em propugnar tais verdades, exatamente em sintonia com a proposta pedagógico-cultural da Doutrina dos Espíritos, que, relembrando Kardec, deve estar despida de todo e qualquer preconceito (idéias preconcebidas) no cotejo com as ciências e filosofias de todos os tempos.

Congratulamo-nos com a iniciativa do Conselho Editorial daquele veículo pela veiculação de tais considerandos, apondo que, nos dias atuais, de abertura, pluralismo ideológico, globalização e alteridade, seria lamentável e inoportuna, portanto, observar, no movimento espírita, qualquer atuação censora ou delimitatória da liberdade, com algemas “doutrinárias”, de vez que o Espiritismo não se circunscreve aos nossos cânones e regramentos administrativos, sobretudo em sede de lineamentos organizacionais, mas se agiganta com as perspectivas da expansão das consciências, em sede de escolha daquilo que nos seja verossímil, adequado e útil, a cada momento. Para perpetuar o Espiritismo – inscrevendo-o, adequadamente, no curso da História, e não circunscrevendo-o ao nosso estreito limitado círculo de relações e expressões – no tempo, mister se faz que estejamos aptos a, realmente, “encarar a razão, frontalmente, em todas as épocas da Humanidade”. Esta razão, com certeza, apela para o nosso bom senso e tirocínio, evitando o dogmatismo e o estabelecimento de amarras incompatíveis com a necessidade de vôos mais altos na compreensão das verdades espirituais.

Por isso, imprescindível é acrescer, ao pensamento lúcido do articulista, a idéia do livre-pensar como condição inafastável à real e produtiva compreensão dos balizamentos espirituais-espíritas (e, somente, eles) ao nosso cotidiano de ações, deixando de lado nossa arrogância e prepotência no sentido de fazermo-nos mais do que realmente somos. Neste sentido só a aproximação (entre nós e com os outros, de outras filosofias) traduz a evidência da atualidade do pensamento de Kardec e, por isso, nos endereça à relação alteritária – sem o intuito de convencer ou o receio de ser convencido – com o outro.

Por fim, que este texto possa representar – para a FEP e para o Jornal Mundo Espírita – a retomada do caminho de relação fraterna (não impositiva de subserviência ou excludente), solidária (no sentido de que todos, juntos, podemos agregar valor ao edifício espírita) e tolerante (não para ter piedade ou considerar inferior qualquer manifestação distante de nossas idéias, mas inclusiva no sentido de aproveitar, de tudo, a melhor parte).

O que é, então e neste sentido, a verdade? Sejamos livres para procurá-la, para expressar nosso pensamento e nossa política de ação, e, mais que isso, estejamos abertos para a convivência plural, participativa e edificadora da Nova Sociedade.


Cordialmente,

Prof. Marcelo Henrique Pereira, MSc.
Presidente da Associação de Divulgadores do Espiritismo de Santa Catarina (ADE-SC) e Secretário para a promoção da juventude da Confederação Espírita Pan-Americana (CEPA) Coordenador do Projeto “Ombudsman da Imprensa Espírita”, da ADE-SC



topo

 

Leiam outros textos de Marcelo Henrique Pereira

>   30 Anos de Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita
>   35 Anos de Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita

>   60 anos da Declaração Universal dos Direitos do Homem
>   152 anos de "O Livro dos Espíritos"
>   Ação Espírita contra a prostituição infantil
>   Amor genuíno - Doar órgãos é conceder nova chance de vida com qualidade ao semelhante
>   Apreciações Espíritas Sobre o Carnaval
>   Ataques contra o espiritismo: o remédio jurídico
>   Carnevale
>   Cataratas do Iguaçu: o sinal visível da devastação da Natureza e da poluição humana sobre a Terra
>   Catástrofes e Desencarnes em Massa
>   Cidadania e Meio-Ambiente : a questão do lixo
>   A Codificação não é tudo!
>   Comunicação e alteridade
>   Crianças e Mediunidade : comentários sobre a matéria de capa da revista IstoÉ, de janeiro de 2007
>   Dezenove anos de integração comunicativa
>   Dia Internacional da Imprensa Espírita
>   Do Metro ao Cento: uma Biografia para o Centenário: Herculano Pires
>   A Doutrina Espírita e a Santidade de Frei Galvão
>   Duas ou Mais Verdades
>   E se Kardec estivesse à frente do movimento espírita?
>   Elegia ao Livro Primeiro - Em homenagem a 18 de abril – Resgatando o “Espírito do Espiritismo”
>   Espiritismo, o grande desconhecido (dos Espíritas)
>   Espiritismo não é Curandeirismo!
>   Evangelizar ou Comunicar o Espiritismo?
>   A fábula de Jian Um
>   Francisco de Roma e do Brasil, entre os muitos Franciscos
>   Globalização e Massificação: Os prós e os contras
>   Herculano Pires: 30 anos de saudade!
>   Kardec, Viga-Mestre do Espiritismo (O homem, a vida, o meio, a missão)
>   Laboratório Mediúnico, a proposta
>   Máquinas de Crer?
>   Mente e Espírito
>   O Método de Kardec para dialogar (Conversar) com os Espíritos
>   Morte de crianças e jovens em acidentes: a orientação espírita
>   A música espiritual dos Beatles
>   A necessidade de estudo
>   Ombudsman da Imprensa Espírita
>   Oportunizando talentos
>   Ora, que melhora!
>   Participação dos Espíritas na Sociedade
>   Pesquisa Científica ou Intransigência Religiosa?
>   Projeto genoma: confrontando as descobertas científicas com as informações espíritas
>   Próximos e distantes
>   Que seja Segundo o Espiritismo
>   Quem escreveu o livro?
>   Quem tem medo da morte?
>   O rebaixamento do Limbo e o destino das crianças após a morte
>   Tragédias aéreas: O medo que nos “acostumemos” com isso!
>   Transformando a fé em certeza
>   A SEDE do Espírito?
>   Um Guia de Ética Espírita
>   A união entre os espíritas
>   Unidos contra o “Apartheid” Espírita
>   Vida com dignidade
>   Violência contra o idoso
>   Vôo 1907: Acaso

 


topo