Espiritualidade e Sociedade





Clevisson J. Pereira

>    Geografia da Religião, Espaço Sagrado e o Culto de Ceia: Algumas espacialidades do Protestantismo Batista e do Pentecostalismo Assembleiano


Artigos, teses e publicações

Compartilhar

Clevisson J. Pereira
>   Geografia da Religião, Espaço Sagrado e o Culto de Ceia: Algumas espacialidades do Protestantismo Batista e do Pentecostalismo Assembleiano

 

Doutor em Geografia pelo PPGGeo/UFPR
Professor do Curso de Geografia,
Centro Universitário Campos de Andrade

Versão modificada do trabalho apresentado no IV Seminário Religião e Sociedade: O Espaço do Sagrado no Século XXI, Núcleo Paranaense de Pesquisa em Religião – NUPPER, Curitiba, UFPR, 2011.

 

Resumo

O presente trabalho, apoiado na categoria espaço sagrado, explora parte dos meandros da experiência religiosa protestante e pentecostal; principalmente aquelas que dizem respeito às espacialidades da prática cúltica. Para tanto, se vale de duas comunidades religiosas diferentes – uma representada pela Primeira Igreja Batista de Curitiba e outra por uma congregação da Igreja Evangélica Assembleia de Deus de Curitiba – no intuito de prover realidades distintas, mas que de certa forma partilham de um mesmo “momento ritual”: o culto de ceia. Assim, com base em uma “mesma” dinâmica religiosa – a do culto de ceia – este artigo estuda algumas espacialidades presentes nos “espaços sagrados” do culto batista e do culto assembleiano.

A intenção do presente artigo é evidenciar como diferentes espacialidades, resultantes preponderantemente de distintas “teologias”, estruturam e dão o tom dos espaços de experiência religiosa de ambas as tradições de fé evangélica – identificadas nos momentos de culto, em especial no culto de ceia.

 

*   texto disponível em pdf - clique aqui para acessar

 

 

INTRODUÇÃO

Na busca por elucidar como diferentes expressões religiosas ocorrem no espaço social, a Geografia Humana, através de um de seus campos de investigação – a Geografia da Religião –, se vale de conceitos e categorias para melhor compreender as diversas relações do fenômeno religioso. Sabendo que tal fenômeno ultrapassa os ditames do estritamente empírico, o geógrafo que se lança aos estudos da religião deve contar com teorizações capazes de abranger tanto as dimensões físicas como simbólicas. Nesse sentido as reflexões provindas da Filosofia das Formas Simbólicas de Ernst Cassirer auxiliam na construção de uma Geografia da Religião mais abrangente.

Dentre alguns dos conceitos e categorias trabalhados pela Geografia da Religião, a ideia de espaço sagrado transparece como um dos mais cotados. Com a noção de espaço sagrado, fundada nas reflexões das formas simbólicas, distintas dimensões do fenômeno religioso são tomadas em seu viés espacial – espacialidades – e analisadas segundo sua estruturação na dinâmica da experiência religiosa.

Procurando entender de forma mais detida algumas das manifestações do Protestantismo e do Pentecostalismo, nos valemos das reflexões e noção acima citadas para trilhar partes dos meandros da experiência religiosa evangélica; não de maneira comparativa, mas explorando diferenças, expomos algumas espacialidades destas expressões de fé.

 

*   texto disponível em pdf - clique aqui para acessar

 

Fonte: http://ojs.c3sl.ufpr.br/ojs/index.php/relegens/article/view/39094

PEREIRA, Clevisson J.. GEOGRAFIA DA RELIGIÃO, ESPAÇO SAGRADO E O CULTO DE CEIA: ALGUMAS ESPACIALIDADES DO PROTESTANTISMO BATISTA E DO PENTECOSTALISMO ASSEMBLEIANO. Revista Relegens Thréskeia, [S.l.], v. 3, n. 2, p. 111-129, dez. 2014. ISSN 2317-3688.
Disponível em: <http://ojs.c3sl.ufpr.br/ojs/index.php/relegens/article/view/39094>.
Acesso em: 06 mar. 2016. doi:http://dx.doi.org/10.5380/rt.v3i2.39094.

 



topo

 

Acessem os Artigos, teses e publicações: ordem pelo sobrenome dos autores :
- A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O
- P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z - Allan Kardec
* lembrete - obras psicografadas entram pelo nome do autor espiritual