Alexandre Luís de Souza Nunes

>   Cristianismo-Socialismo-Espiritismo: Uma visão humanista do Socialismo & Dialética Espírita

Artigos, teses e publicações

Compartilhar

Alexandre Luís de Souza Nunes
>   Cristianismo-Socialismo-Espiritismo: Uma visão humanista do Socialismo & Dialética Espírita

 

Esta publicação teve origem em trabalho acadêmico apresentado ao Curso de Licenciatura Plena em Geografia da Universidade Federal de Pelotas,
como requisito parcial à obtenção do título de Licenciado em Geografia.
O TCC foi orientado pelo Prof. Dr. Sandro de Castro Pitano.
A parte da Dialética Espírita foi acrescentada posteriormente.

 


->   texto disponível em pdf - clique aqui para acessar -

 

O sentido espírita da vida dá ao Ser uma
compreensão eterna do ato humano realizado.
O homem não será, pois, o esfumante fantasma que se
move entre dois pontos enigmáticos: o berço e o túmulo.
Para a filosofia espírita o Ser é uma mecânica que
atua tanto antes do nascimento, quanto após a morte.

Humberto Mariotti

 

Apresentação

O presente trabalho não possui a intenção de tornar o leitor num cristão, socialista e ou espírita. Visa somente fazer uma análise sobre o ponto de vista humanista no sentido de comprovar a interligação de ideias entre estas três correntes do pensamento.

O espírita, o cristão e o socialista não encontrarão aqui um sistema religioso, político e ou econômico, nem as justificativas para a política humana no presente. Mas é bem provável que ambos se percebam como parte de um todo, ou seja, que não pode existir espírita que não seja cristão e nem um verdadeiro cristão que não seja socialista – mesmo que inconscientemente – porque Jesus e seus apóstolos o eram, bem como todos os verdadeiros seguidores de Cristo.

Não possuo a pretensão de tentar provar a existência de Deus ou de Jesus, nem tão pouco afirmar para o materialista que os espíritos existem, nem tentar convencer um capitalista a ser socialista. Com este trabalho pretendo simplesmente demonstrar que o mundo caminha para um futuro socialista, queiram ou não os materialistas e capitalistas, pois é uma lei natural do progresso humano.

No espiritismo como no cristianismo existe uma regra que diz: para quem muito é dado, muito será pedido, portanto, quem entender o que se pretende apresentar e desprezar este entendimento, será igual ao rico, que sabedor do que teria que ter feito para entrar no Reino, prefere a mentira a se despojar da riqueza.

Como procedimento metodológico para elaboração deste trabalho adotou-se a pesquisa bibliográfica, enfocando obras clássicas das temáticas analisadas. Cito as obras: O Livro dos Espíritos, Sabedoria do Evangelho, Dialética e Metapsíquica, O Homem e a Sociedade Numa Nova Civilização, Marxismo e Espiritismo e Espiritismo Dialético. As outras são obras de apoio que constam das referências.

 

->   texto disponível em pdf - clique aqui para acessar -




topo

 

Acessem os Artigos, teses e publicações: ordem pelo sobrenome dos autores :
- A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O
- P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z - Allan Kardec
* lembrete - obras psicografadas entram pelo nome do autor espiritual