Espiritualidade e Sociedade





Rogério Miguez


>    O bem no limite das forças

Artigos, teses e publicações

Compartilhar

Rogério Miguez
>   O bem no limite das forças

 

 

Para agradar a Deus e assegurar a sua posição futura, bastará que o homem não pratique o mal?
“Não; cumpre-lhe fazer o bem no limite de suas forças,
porquanto responderá por todo mal que haja resultado de não haver praticado o bem.”
(1)

 

Manancial aparentemente inesgotável de ensinamentos, O livro dos espíritos é um compêndio com imensos tesouros, sendo descobertos na medida em que o leitor amadurece espiritualmente, alcançando pouco a pouco a idade da razão. Leia-se uma, duas, mil vezes, e em cada leitura observam-se pérolas não percebidas anteriormente. Entre tantas excepcionais perguntas e respectivas respostas, sábias e elucidativas, uma se destaca por fornecer um guia seguro de conduta e comportamento para todos os espíritas e certamente no futuro para toda a humanidade. Referimo-nos à pergunta de número 642. Nesta, Allan Kardec, abordando a primeira Lei divina, a Lei Natural, em seu item terceiro, quando explora os conceitos sobre “o bem e o mal”, após várias considerações, expressa o desejo de entender como nos conduziremos para alcançar a tão almejada “salvação”, visto assim podermos interpretar desta forma o texto: “Agradar a Deus e assegurar a sua posição futura”. 

Notam-se no conjunto duas recomendações de conduta regendo a nossa existência, considerando o aspecto moral: “não fazer o mal”; “fazer o bem”, contudo, há um destaque: [...] responderá por todo mal que haja resultado de não haver praticado o bem. (Destaque nosso.)

Vemos claramente duas obrigações: uma de não fazer e uma de fazer, mas, com ênfase ao exercício da segunda no limite das forças, quando, mesmo não praticando o mal, há possibilidade de se incorrer em falta.

Observa-se no original francês, a orientação também escrita em itálico: “à cause du bien qu'il n'aura pas fait”, vindo dai a razão dos tradutores terem sido fiéis ao texto, mantendo o destaque original. E qual seria a justificativa de Allan Kardec, por ter registrado em itálico apenas esta parte da resposta? Teriam os Espíritos lhe sugerido escrever desta forma para alertar os futuros leitores sobre este particular e importantíssimo enfoque? Desconhecemos, contudo, independente do motivo, destaca-se o fato. Talvez seja este o lado menos observado em nossa conduta em relação ao próximo, afinal, não fazer o mal é “relativamente fácil” e fazer o bem “também o é”, mas fazer o bem até a exaustão não é uma conduta esperada de Espíritos vinculados a um mundo de provas e expiações em vias de se regenerar.

 

* continue a ler - texto completo disponível em pdf - clique aqui para acessar

 

 

Fonte: texto enviado pelo autor

 

 

 

 

Leiam de Rogério Miguez
seta dupla verde claro direita  150 anos de Ciência ao alcance do povo
seta dupla verde claro direita  Anjo da Guarda, nosso amigo incondicional
seta dupla verde claro direita  O ano é novo, o Espírito não!
seta dupla verde claro direita  O bem no limite das forças
seta dupla verde claro direita  Caixa de vibrações: solução dos problemas?
seta dupla verde claro direita  Divulgação espírita na atualidade
seta dupla verde claro direita  Enquanto o Coronavírus avança, os suicídios também avançam
seta dupla verde claro direita  Esquecer é preciso
seta dupla verde claro direita  É Natal
seta dupla verde claro direita  Falando de Liberdade
seta dupla verde claro direita  A força do exemplo
seta dupla verde claro direita  Há casamento ocasional?
seta dupla verde claro direita  Há 160 anos a Inquisição tentou conter a marcha do Espiritismo
seta dupla verde claro direita  Jesus, Governador da Terra
seta dupla verde claro direita  Joana Angélica de Jesus: Bicentenário de desencarnação
seta dupla verde claro direita  O joio e o trigo
seta dupla verde claro direita  A morte segundo Cairbar Schutel
seta dupla verde claro direita  No ano novo, a vida é nova?
seta dupla verde claro direita  O papel das mesas girantes
seta dupla verde claro direita  Por autopunição ou abreviação do sofrimento, o suicídio jamais será solução

seta dupla verde claro direita  O Provisório Esquecimento do Passado
seta dupla verde claro direita  A reencarnação e a metempsicose
seta dupla verde claro direita  Salvemo-nos!
seta dupla verde claro direita  Saúde e o Ano Novo
seta dupla verde claro direita  O Século XXI chegou, e a Lei de talião, finalmente se foi!?
seta dupla verde claro direita  Sejamos como os essênios
seta dupla verde claro direita  Suicídio e o 5º Mandamento (O)

 



topo

 

Acessem os Artigos, teses e publicações: ordem pelo sobrenome dos autores :
- A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O
- P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z  - Allan Kardec   - Special Page - Translated Titles

* lembrete - obras psicografadas entram pelo nome do autor espiritual :