Espiritualidade e Sociedade



Bernardo Lewgoy

>   O mal à moda espírita: estruturas narrativas da desobsessão

Artigos, teses e publicações

Compartilhar
Bernardo Lewgoy
>   O mal à moda espírita: estruturas narrativas da desobsessão

- Universidade Federal de Rio Grande do Sul

 

- texto disponível em word - clique aqui para acessar

 

“O tempo torna-se tempo humano na medida em que é articulado num modo narrativo, e que a narrativa atinge a sua significação plena quando se torna uma condição da existência temporal ,”
Paul Ricoeur . Tempo e Narrativa III


________________________________


Neste artigo discuto brevemente a estruturação do sentido das narrativas de obsessão no interior do sistema religioso espírita, compreendendo tais narrativas como o principal locus de atualização dramática de sua teodicéia – sua concepção de Mal e consequente ajuste exegético e moral da Perfeição Divina à Imperfeição do Mundo - aonde sua visão de mundo e noção de pessoa é encenada e reelaborada.

Espaço de convergência entre doutrina e relato, ritual e narrativas, oralidade e escrita, a sessão de desobsessão é o momento não apenas de contato verbal com espíritos, mas também de atualização de uma tradição narrativa e dramática no espiritismo. É a partir dos relatos e diálogos travados entre médiuns e espíritos que se elabora uma vasta e popular literatura doutrinária no kardecismo, que contém uma estrutura de ficção e uma afirmação de testemunho, acompanhada de interpretações religiosas.

No entanto não será feita aqui uma análise de ritual mas sim de seu núcleo narrativo. Ao vislumbrar a existência de padrões narrativos nos rituais de desobsessão, inspiro-me na tradição formalista de estudos da narrativa, a qual desmonta um corpus de fábulas em busca de invariantes estruturais que desvendem a lógica das narrativas num plano ordenador mais profundo e abstrato. Na esteira desses posicionamentos sustento que o corpus oral e escrito subjacente às histórias de obsessão tem padrões narrativos que podem ser analisados em relações estruturais e componentes semânticos, compostos de funções e motivos recorrentes.

A concepção espírita: a obsessão como uma enfermidade espiritual e relacional.

A obsessão é uma categoria espírita que designa uma enfermidade espiritual. Consiste no assédio de um espírito obsessor sobre um obsidiado com propósitos de vingança (em virtude de dívidas contraídas em situações passadas), ou simplesmente atraído por relações de afinidade, “extraindo os fluidos necessários para continuar sentindo aquilo que sentia quando encarnado”. A sessão de desobsessão consiste num contato dialogado com esses espíritos, com o propósito de esclarecê-los, convencendo-os a abraçar a ética cristã e desistir do ânimo de vingança, abandonando, finalmente, o obsidiado. Mas consiste também na moralização do obsidiado, considerado também responsável pela obsessão, por não cultivar uma atitude moral e um conhecimento que o levasse a sintonizar uma faixa vibratória elevada, afastando-se de uma conduta religiosa regida pelos critérios do grupo, abrindo o caminho para a ação do obsessor. Assim, os principais males catalogados pelo espiritismo são tidos e vistos não apenas pela concepção “da Terra ser um planeta de expiações e provas, habitado em sua maioria por espíritos inferiores”, mas pela conseqüência da obsessão acompanhar esses problemas: drogadicção, dissolução de laços familiares, comportamentos violentos e até guerras seriam causados ou potencializados pela obsessão. Grande parte das narrativas literárias espíritas relacionam-se com a obsessão por dramatizar a idéia de justiça no espiritismo (Giumbelli,1997) e do embate entre Bem e Mal. Como todas as atividades no espiritismo, a desobsessão é objeto de um sem-número de publicações de autores espirituais e encarnados, que discutem sua teoria e técnica.

- texto disponível em word - clique aqui para continuar a ler -

Fonte:
https://www.academia.edu

 


topo

 

 

 

Acessem os Artigos, teses e publicações: ordem pelo sobrenome dos autores :
- A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O
- P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z - Allan Kardec
* lembrete - obras psicografadas entram pelo nome do autor espiritual