Espiritualidade e Sociedade



Bernardo Lewgoy

>   Os Espíritas e as Letras: um estudo antropológico sobre Cultura Escrita e Oralidade no Espiritismo Kardecista

Artigos, teses e publicações

Compartilhar
Bernardo Lewgoy
>   Os Espíritas e as Letras: um estudo antropológico sobre Cultura Escrita e Oralidade no Espiritismo Kardecista


Universidade de São Paulo
Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social

Tese de Doutorado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, sob orientação da Professora Dra. Paula Montero

São Paulo, julho de 2000


- texto em pdf - clique aqui para acessar e ler



Resumo

O presente trabalho, feito com base em pesquisa etnográfica e análise de literatura, analisa o modo como a cultura escrita, a oralidade e narrativas relacionam-se no espiritismo kardecista no Brasil, tendo em vista a especificidade de uma religião que, ao se pretender cristã, racionalista e erudita, legitima a autoridade de seu referencial doutrinário, cosmológico e ritual por meio de práticas culturais letradas, que necessariamente envolvem a escrita e a leitura em sua realização.

Ao estabelecer um sistema de referências erudito, cuja base divide-se entre, de um lado, orientações reveladas através do transe mediúnico e a discussão grupal dessas orientações, o espiritismo atualiza não apenas um sistema religioso de crenças, práticas e valores, mas toda uma cultura bibliográfica por meio de um conjunto de performances de estudo e leitura, citação e comentário, oratória, doutrinação e prece, cujo domínio constitui a condição de participação efetiva na religião, aliás práticas vinculadas a uma socialização prévia no mundo escolar e erudito da sociedade.

Investigou-se também aspectos estruturais e temáticos da literatura espírita, composta principalmente de dissertações e de narrativas, por constatar a sua centralidade na conversão, socialização e reprodução de identidades no interior deste sistema religioso contemporâneo.

Todas essas questões foram articuladas ao trabalho de campo por meio de uma etnografia da leitura e da fala, bem como por intermédio de uma descrição e análise de aspectos orais e escritos da desobsessão.

O caso Chico Xavier também é aqui analisado não somente por sua importância no espiritismo brasileiro, mas também por condensar toda a gama de questões abarcada neste trabalho.


- texto em pdf - clique aqui para acessar e ler


Introdução:

A presente tese objetiva elaborar uma antropologia das práticas culturais letradas no universo espírita kardecista, abordando os diferentes registros do crer e do praticar essa religiosidade. Assinalo que minha perspectiva de apreensão do fenômeno espírita, ainda que tome partido da excelência de diversos trabalhos que me antecederam, deles diverge por um dado fundamental que não cansarei de enfatizar: o espiritismo é uma religião da cultura escrita (ou letrada no sentido de pressupor limiares mínimos de "letramento" para a participação em seu cotidiano) e isso faz toda a diferença, tanto no âmbito de qualquer religiosidade quanto no Brasil, em particular. Essa afirmação geral subjaz a todo o conjunto do trabalho, de tal forma que toda e qualquer discussão travada poderá ser vista como desenvolvimento ou implicação desta tese.

- texto completo em pdf - clique aqui para acessar e ler


Fonte:
http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-71832004000200011&script=sci_arttext

LEWGOY, Bernardo. Etnografia da leitura num grupo de estudos espírita.
Horiz. antropol., Porto Alegre , v. 10, n. 22, Dec. 2004 . Available from: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-71832004000200011&lng=en&nrm=iso>. access on 26 July 2014 - http://dx.doi.org/10.1590/S0104-71832004000200011.

 


topo


Leiam de Bernardo Lewgoy:

-> Chico Xavier e a cultura brasileira
-> Os Espíritas e as Letras: um estudo antropológico sobre Cultura Escrita e Oralidade no Espiritismo Kardecista
-> Etnografia da leitura num grupo de estudos espírita
-> O Livro religioso no Brasil recente : uma reflexão sobre as estratégias editoriais de espíritas e evangélicos
-> O mal à moda espírita: estruturas narrativas da desobsessão
-> Representações de ciência e religião no espiritismo kardecista: Antigas e novas configurações
-> A transnacionalização do espiritismo kardecista brasileiro: uma discussão inicial
-> Uma religião em trânsito: o papel das lideranças brasileiras na formação de redes espíritas transnacionais




Acessem os Artigos, teses e publicações: ordem pelo sobrenome dos autores :
- A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O
- P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z - Allan Kardec
* lembrete - obras psicografadas entram pelo nome do autor espiritual