Espiritualidade e Sociedade



Frederico Camelo Leão

>     Práticas espirituais no tratamento de portadores de deficiência mental

Artigos, teses e publicações

Compartilhar

Frederico Camelo Leão
>     Práticas espirituais no tratamento de portadores de deficiência mental

 

- tese disponível em pdf - clique aqui para acessar -


Dissertação de Mestrado.
Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

 

 

Resumo

Leão FC. Uso de práticas espirituais em instituição para portadores de deficiência mental [dissertação]. São Paulo: Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo; 2004. 78p.


OBJETIVO: avaliar o impacto de práticas espirituais na evolução clínica e comportamental de pacientes portadores de deficiência mental internos em Instituição de saúde.

MÉTODO: ensaio controlado comparando grupo experimental submetido à prática espiritual com grupo controle. O instrumento utilizado para obtenção dos dados foi a Escala de Observação Interativa de Pacientes Psiquiátricos Internados – EOIPPI.

RESULTADOS: a comparação do grupo controle (N=20) com o grupo experimental (N=20) verificou a diferença de variação entre os grupos (p=0,045), demonstrando possíveis benefícios de tal intervenção.

CONCLUSÕES: A análise dos resultados obtidos no experimento confirmou a hipótese de que o uso das práticas espirituais apresenta resultados positivos na evolução clínica e comportamental de pacientes portadores de deficiência mental.

Descritores: Utilização de práticas espirituais; Religião e Medicina; Retardo Mental; Saúde Mental.




topo

 

Leia também de autoria ou co-autoria:

Frederico Camelo Leão
>   Práticas espirituais no tratamento de portadores de deficiência mental - dissertação de mestrado

Frederico Camelo Leão & Francisco Lotufo Neto
>  Uso de práticas espirituais em instituição para portadores de deficiência mental

Frederico Leao; Alexander Moreira-Almeida; Julio Fernando Peres; Leonardo Caixeta; Andrew Newberg
>  Neuroimagem durante estado de transe: uma contribuição ao estudo da dissociação

 


topo