Espiritualidade e Sociedade



Luiz Carlos Formiga

>   Cisco de Francisco

Artigos, teses e publicações

Compartilhar
Luiz Carlos Formiga
>   Cisco de Francisco


“Se somente amardes os que vos amam que recompensa tereis disso?”
Luiz Carlos D. Formiga

 

A palavra cisco pode ser definida como pó, miudezas de carvão. Sendo a morte hereditária, a vida do espírito reencarnado na Terra é menos que um cisco, comparada à eternidade da alma imortal.

“Desencarnação Processo de Transição” (1) explica que a morte é a cessação da vida orgânica e que a desencarnação é a libertação do Espírito. Não é a partida do Espírito imortal que causa a morte do corpo, uma vez que é exatamente essa que determina a sua partida, para outro plano.

As drogas, incluindo o álcool, aprisionam o homem, tornando-o dependente. Libertar-se delas equivale, ainda na Terra, a verdadeiro renascimento. Também aqui, alguns não se libertam com facilidade, porque ainda psiquicamente acorrentados aos prazeres da carne, assim como o espírito nem sempre está em condições de deixar o corpo na morte biológica. Disse um suicida, na reunião mediúnica: “não estou morto, no entanto sinto os vermes a me roerem”. Provavelmente a vida deste espírito na Terra estivesse fortemente ligada a valores materiais, carência de fé e ausência de Deus.

Em julho de 2013, em visita ao hospital São Francisco de Assis no Rio de Janeiro, outro Francisco tocou no problema das drogas: "é necessário enfrentar os problemas que estão na raiz do uso". Apelou para que as pessoas se esforcem para construir um mundo mais justo e solidário: “sempre se pode colocar mais água no feijão”.

Francisco, o papa, disse ainda: “na sociedade atual prevalece o egoísmo. O tráfico de drogas semeia a morte. O ter, o dinheiro, o poder, podem gerar um momento de embriaguez, a ilusão de ser feliz, mas, no fim de contas, são eles que nos possuem e nos levam a querer ter sempre mais, a nunca estar saciados”.

“Coloque Cristo na sua vida, deposite nele a sua confiança e você nunca se decepcionará".

O espírito André Luiz, pelo médium Francisco, diz: “a vida física é uma escola abençoada, mas se você não se aproveitar dela a fim de aprender suficientemente lições que se destinam ao seu engrandecimento espiritual, em nada lhe valerá o ingresso no aprendizado humano.” (2)

As drogas, como o álcool, não são boas opções, pois podem nos conduzir desde a morte violenta até ao suicídio inconsciente. O próprio espírito André Luiz passou por essa experiência dolorosa. Hoje nos elucida “que o caminho do bem é laborioso e difícil. No entanto, se você não se dispuser a segui-lo, ninguém o livrará da perigosa influência do mal.

A compaixão se apodera de nós quando ouvimos relatos semelhantes ao da reunião mediúnica acima referida e acreditamos ser fundamental divulgar a conclusão do livro Agenda Cristã. Nela, André Luiz diz que “ a felicidade eterna incontestavelmente é realização superior, fora dos quadros transitórios da carne, no entanto se você deseja perseverar no campo dos prazeres fáceis e inferiores das esferas mais baixas, dentro delas perambulará, indefinidamente.”

Aprendemos, com Kardec, que a condição de espírito incrédulo reencarnado, distante de Deus, pode ser uma dura expiação (3). Toda expiação é construção pessoal e intransferível, uma vez que somos arquitetos do próprio destino quando fazemos escolhas e tomamos decisões. Mas, se Deus desejasse a dor, não teríamos a anestesia. Cabe-nos optar pela solidariedade, procurando aplacar sofrimentos e também procurar evitá-los. Uma boa oportunidade aproveitou o espírito André Luiz, quando nos deixou esses esclarecimentos. Diz ele que Deus está conosco em todas as circunstâncias; todavia, se não estivermos com Ele, ninguém pode prever até onde, como espírito, desceremos aos domínios da intranquilidade e da sombra.

O Centro Espírita Jacques Chulam, em 2013, criou uma nova equipe para estudos semanais das dependências humanas (4). No mês, são quatro dias para estudar e discutir cada um dos 12 passos dos Alcoólicos Anônimos. Buscar-se-á compreender como a aplicação dos 12 passos pode ajudar na superação da dependência, num ambiente de interação com postulados da Doutrina Espírita.

Estamos também procurando refletir sobre o melhor modo de adequar o funcionamento, por longo prazo. Enumeramos, ainda que de forma imperfeita, doze lembretes, são “ passos” nesse sentido:

1. Organizar uma estrutura de poder coerente com a busca espiritual;
2. Acreditar que a força de uma Instituição está na clareza e na nobreza de suas metas; na eficiência dos seus métodos; na intensidade do seu trabalho e na confiança recíproca dos seus membros;  
3. Procurar usar a ciência e a arte de formar cidadãos conscientes, saudáveis e equilibrados nos seus atos pessoais e sociais;
4. Privilegiar o poder solidário. Aquele que se organiza para facilitar a ajuda mútua;
5. Exercitar a capacidade do trabalho em equipe, procurando se motivar para objetivos e metas do grupo;
6. Desenvolver a inteligência espiritual;
7. Libertar-se da ilusão de possuir grande saber e da infalibilidade;
8. Perseverar mantendo foco no objetivo da missão pessoal, lembrando que Jesus lecionou no sentido do atemporal e ilimitado;
9. Assumir a postura de parceiro, voltado para a formação de novos líderes;
10. Procurar lembrar que “autoridade” é crédito de competência, oferecido a quem o merece por direito;
11. Constituir um grupo de trabalho onde a unidade se dê em torno do objetivo comum, onde cada um seja estimulado no seu potencial e nunca se coloque superior ao grupo;
12. Iluminar o conceito de democracia com conhecimento, trabalho e intenção solidária.


Doze também são passos trilhados por Francisco Cândido Xavier, homem de bem, cidadão consciente e equilibrado que teve Jesus como modelo (5).

Ressaltamos de sua personalidade a permanente solidariedade, a capacidade de autocrítica. Quando comparado a espíritos de grande envergadura demonstrava sua verdadeira humildade, dizendo que se sentia diante deles como um cisco. Brasileiros o indicaram ao Prêmio Nobel da Paz.

Outro exemplo de solidariedade é a Irmandade dos Alcoólicos Anônimos que recebeu merecido prêmio (6). Ensina a vencer a adversidade ao admitir a existência de uma inteligência suprema. A pessoa, na Irmandade, passa a adquirir uma força interna capaz de ajudá-la a se transformar e se restabelecer.

Em 1950 e 1967, reconhecendo a excepcional contribuição dos Alcoólicos Anônimos à humanidade, a Ordem dos Padres Franciscanos outorgou-lhes seu Prêmio Franciscano. Um incentivo a que todos permaneçam, sem cansaço, neste exercício de transformação pessoal e solidariedade.

Em 1950, Bill disse que São Francisco de Assis tinha feito muito por ele e pelos Alcoólicos Anônimos. Francisco e Clara de Assis cultivavam três paixões ao longo de toda a vida: a paixão pelo Jesus pobre, pelos pobres e a de um pelo outro (8,9).

Quando estivermos com Deus e com Jesus poderemos começar a ver a luz da felicidade que desfrutaremos mais adiante. O passo inicial pode parecer um cisco, mas o necessário e suficiente para sairmos lá do fundo do poço.

 

Referências

(1) http://es.groups.yahoo.com/group/Luz_espiritual/message/30751

(2) Livro Agenda Cristã. André Luiz/Chico Xavier
http://www.limiarespirita.com.br/livros/agenda_crista.pdf

http://bvespirita.com/Agenda%20Crist%C3%A3%20%20(psicografia%20Chico%20Xavier%20-%20esp%C3%ADrito%20Andr%C3%A9%20Luiz).pdf

(3) O Céu e Inferno http://www.febnet.org.br/wp-content/uploads/2012/07/138.pdf

(4) http://orebate-jorgehessen.blogspot.com.br/2013/01/dependencias-grupo-de-estudos.html

(5) http://www.espirito.org.br/portal/artigos/neurj/por-que-considero-inteligente.html

(6) http://www.aa.org/lang/sp/subpage.cfm?page=403

(7) http://www.jornaldosespiritos.com/2007.3/col49.1.htm

(8) http://orebate-jorgehessen.blogspot.com.br/2013/07/a-ordem-das-paixoes.html

(9) Boff, 25/3/2012. http://leonardoboff.wordpress.com


topo

 

 

 

Leia também outros artigos do Professor Luiz Formiga:


->  Alteridade - Termômetro
->  Anencéfalos, argumentos de ministros e "O Livro dos Espíritos"
->  Anomalias fetais: abortar?
->  Apego ao cargo - O poder neurótico
->  Borboletas na janela - texto conta a história de Helen Keller e discute preconceitos comuns
->  Casamentos, ricos e pobres de Espírito
->  Céu – Propriedade Particular
->  Chico revela: “A Cidade Estranha”
->  Chorão e Retroalimentação
->  A Ciência do espírito
->  As Ciências Biomédicas, os Doutores, o Espiritismo e os Cegos de Nascença
->  Cirurgias, Materializações e Micróbios, Diferentes
->  O Cirurgião e a Doença da Negação
->  Coisas e Passes
->  Contraceptivo - Titânio para prevenir aborto criminoso
->  Dano e dor sem nome
->  Dependência química - 1,3 bilhão de pessoas são dependentes do tabaco
->  Deus me livre!
->  Diante da Adversidade... A Melhor Defesa
->  Diante do Efeito Inteligente, Diferentes Comportamentos
->  Dignidade para a mulher - É necessário restabelecer a igualdade entre cidadãos
->  Discutindo a Sexualidade
->  Drogas. O exemplo Arrasta
->  Drogas e Espiritualidade - instituições religiosas e dependência química
->  Drogas. “Quase Viúva”
->  E os jovens espíritas?
->  Ecologia da alma
->  Educação na idade dourada
->  Eleição? Antes de Votar pergunte ao Candidato Sobre o Aborto  
->  A Elevada missão da Ciência Espírita
->  Encadernação Vermelha, Bioquímica, Finados e Aborto
->  Ensino, Pesquisa e Ética na Microbiologia Médica
->  Escala de Valores, Cura e Prevenção
->  Espíritas e Voluntariado
->  Estudo das Células-tronco - Abordagem científica, jurídica e espírita
->  Ética, Sociedade e Terceiro Milênio
->  Evangelização Espírita e a "Febre das Almas Gêmeas"
->  EXU
->  Fatalidade
->  O Homem, a Mulher e as Linhas Paralelas
->  Ideologia de Gênero, Reencarnação e a Metade certa
->  Incentivar a pesquisa: Universidades brasileiras negligenciam a pesquisa
->  Mainha tinha razão
->  Máscara de Sanidade. Transtorno da Personalidade Antissocial
->  Médicos, Médiuns “de Bem” e o Aborto
->  Médium: “Cuidado Perigo!”
->  A Mulher do "Próximo" - dos delitos e das penas
->  “Não Vai Ter Copo!”
->  Onde a mãe errou?
->  O que espero de meus médicos: Idéias para uma "Declaração de Direitos do Paciente Terminal
->  A Palavra que liberta
->  O Poder das Palavras, no Princípio era o Verbo
->  A política do aborto: O que se quer é “desumanizar” o embrião
->  Preconceito, Exclusão, Espíritas, Umbandistas e Ciganos
->  Queria ter um filho assim!
->  Razões da Dor - Os Espíritas e o STF diante dos Fetos Anencéfalos
->  Recebendo a visita de um morto, a cujo funeral compareceu
->  Sexo - Artigo de Compra e Venda
->  Somatização das Doenças
->  O Sonho de Nieta e o Pesadelo de Teresa
->  Suicídio e aborto de anencéfalos
->  Talento extraordinário
->  Teatro. Humor e Reflexão
->  Teatro nas Férias
->  Tendências Reveladoras
->  Tons de Cinza
->  Umbanda e Candomblé: Torres Gêmeas Afro-brasileiras
->  Um "centro de referência" na UERJ: prevenindo demandas judiciais - Responsabilidade civil x erros de diagnóstico bacteriológico
->  Universidade e Suicídio - Discutindo Arquitetura e Prevenção
->  Vacinação desafio de urgência
->  Velórios, Enterros e Umbral
->  Vida, Esperança e Fé, para Não Espíritas
->  A Visão Espírita dos sonhos
->  O Zigoto no banco dos réus: Visão espírita das pesquisas que usam células-tronco

Formiga, Luiz Carlos D. & Formiga, André Luiz B.
->  Direito à Saúde: a Constituição brasileira assegura o direito à saúde
->  Universidade da Alma. Cidade Universitária do Espírito

Formiga, Luiz Carlos D. & Formiga, Lívia B.
->  Há sempre um amanhã

Formiga, Luiz Carlos D. & Formiga, Sonia B.
->  Jesus, Tomé e Nós

 


topo