Alexandre Fontes da Fonseca

>    Magnetismo ou Espiritismo? Parte I: A excelência teórica do Espiritismo

Artigos, teses e publicações

Compartilhar
Alexandre Fontes da Fonseca
>    Magnetismo ou Espiritismo? Parte I: A excelência teórica do Espiritismo

 


O artigo é a primeira parte de um trabalho apresentado no o 13o Encontro Nacional da Liga de Pesquisadores do Espiritismo (LIHPE) ou 13o ENLIHPE, ocorrido nos dias 26 e 27 de agosto de 2017, em São Paulo, com apoio da USE e CCDPE

- clique aqui para acessar o vídeo da apresentação -

Artigo originalmente publicado em 1 de Maio de 2018.

 

O artigo, em sua primeira parte, consiste de uma importante reflexão a respeito da palavra "magnetismo", tão usada em nosso movimento espírita para descrever fenômenos de passes e cura. A reflexão consiste de verificar se a palavra agrega ou não valor científico à explicação espírita desses fenômenos. O que o Autor analisa e mostra é que além da palavra "magnetismo", segundo a Ciência, não mais ter significado associado aos passes, o Espiritismo, por si mesmo, não precisa dela para explicar ou descrever esses e outros fenômenos anímicos, mediúnicos e espíritas. No artigo, o Autor apresenta um desafio de natureza doutrinária (que convidamos o Leitor a conferir no artigo), que consideramos um excelente exercício de estudo e aprofundamento do Espiritismo. Em breve, a segunda parte do trabalho será publicada com esclarecimentos adicionais de dúvidas que surgiram da apresentação do trabalho no encontro da LIHPE.

- artigo disponível em pdf - clique aqui para acessar -

 

 

 

 

 

Resumo:

O movimento espírita, no Brasil e no mundo, ainda utiliza o termo magnetismo para descrever alguns efeitos da ação dos fluidos sobre a matéria e, em particular, aqueles que envolvem a cura física ou a terapia através dos fluidos espirituais. Embora a palavra magnetismo tenha sido muito utilizada por Kardec, ela não é uma palavra original do Espiritismo, isto é, criada pelo Espiritismo para descrever seus conceitos ou fenômenos.

Essa palavra apenas foi utilizada por Kardec e os Espíritos para fazer referência dos fenômenos espíritas a algo conhecido na época. Na medida em que o Espiritismo recomenda que nossa fé deva ser raciocinada [item 8, cap. XIX, Evangelho Segundo o Espiritismo], e que ele deve “caminhar de par com o progresso” [item 55, cap. I, A Gênese], faz-se necessário avaliar se, passados 161 anos da publicação de O Livro dos Espíritos, a utilização do termo magnetismo representa “caminhar de par com o progresso” do conhecimento.

Essa análise consiste da primeira reflexão a respeito do tema feita no movimento espírita.

Propomos duas ações:
1) evitar o uso da palavra magnetismo e
2) esclarecer sua prescindibilidade sob a luz do Espiritismo.

As principais razões são:
i) no ponto de vista científico, a palavra magnetismo se refere apenas ao fenômeno material da interação entre cargas elétricas que se movem umas com relação às outras;
ii) no ponto de vista espírita, é possível verificar que os termos e conceitos próprios da Doutrina Espírita são suficientes para a explicação de todos os fenômenos espíritas.

Veremos que Kardec já tinha consciência da inexatidão do uso da palavra magnetismo e só a utilizou em função da aceitação da sua época, o que não existe nem ocorre em nossa época atual.

 

 

- artigo disponível em pdf - clique aqui para acessar -

 

 


Fonte:
Jornal de Estudos Espíritas 6, 010204 (2018) - (8 pgs.)
- https://sites.google.com/site/jeespiritas/volumes/volume-6---2018/resumo---art-n-010204 -

 

 



topo

 

Visitem também o Jornal de Estudos Espíritas (JEE), editado por Alexandre Fontes da Fonseca
       -   https://sites.google.com/site/jeespiritas

Leiam outros artigos de Alexandre Fontes da Fonseca

>  Aliança entre Ciência e Religião: Uma Contribuição da Matemática
>  Amai-vos e instruí-vos: estudando Ciência

>  Análise Científica da Teoria da Apometria
>  Análise de 'A Teoria Corpuscular do Espírito' e 'Psi quântico
>  Aniversário do Desencarne de Kardec: como comemorar?
>  A atualidade do termo “fluido” no Espiritismo
>  Caos, complexidade e a influência dos espíritos sobre os fenômenos da natureza
>  Carne: comer ou não comer? Eis a questão sob a luz da Doutrina Espírita
>  A Ciência em busca da verdadeira felicidade
>  Ciência e Espiritismo: um alerta de Allan Kardec e André Luiz
>  Controvérsias, contradições e polêmicas: um paralelo entre a Ciência e o Espiritismo
>  Chips em Cérebros: o que diz o Espiritismo
>  O Cientista, a pulga e Kardec
>  Como se ver livre da Obsessão?
>  Como o Espiritismo contribui para a Sociedade?
>  Considerações sobre a Ressonância "Shumann"
>  Cura Quântica
>  Curas: pomadas e cremes de origem mediúnica sob a luz do Espiritismo
>  Das Simetrias da Natureza às leis Morais
>  Duplo etérico: conceito espírita ou não?
>  É correto falar magnetismo?
>  Em Busca dos Mecanismos da Mediunidade
>  Estaria o Espiritismo ultrapassado?... Ou muito na frente?
>  O Espiritismo e a Universidade: condições necessárias mas não suficientes
>  Explicando conceitos espíritas em Mecanismos da Mediunidade parte I: analogia com raios gama
>  Explicando conceitos espíritas em Mecanismos da Mediunidade parte II: analogia com circuitos elétricos
>  Evocação no Movimento Espírita: quem disse que não há?
>  A Fábula dos Três Porquinhos e o Estudo do Espiritismo
>  Fé Raciocinada: Segundo Jesus, a Maior Fé!
>  Fenômeno de transporte: Bozzano, Zöllner, a Física e o Espiritismo
>  Física Quântica e Espiritismo : Um Alerta!
>  O Fluido Cósmico Universal e as Teorias Cosmológicas
>  O Genoma Humano e a Identidade do Espírito
>  O homem que questionou Jesus
>  Homenagem aos 156 anos (1857-2013) do Espiritismo: uma análise matemática do Controle Universal do Ensino dos Espíritos
>  A Importância do "Instruí-vos"
>  O “insight” pertence ao cérebro ou ao Espírito?
>  Jogo do Ultimato e o Progresso da Humanidade
>  Magnetismo ou Espiritismo? Parte I: A excelência teórica do Espiritismo
>  Magnetismo ou Espiritismo? Parte II: Reflexões em torno da palavra magnetismo no movimento espírita
>  Matéria e Energia Escura: não são o Fluido Universal
>  "Mensagem" dos Cristais de Água: Cientificamente NÃO Comprovado
>  A obra "A Física da Alma" e o Espiritismo
>  Opinião do espírita no movimento espírita
>  Parábola do Semeador: Revisitando Reflexões sobre o “Semeador”
>  O Pensamento é matéria? É quântico?
>  Permanentes Mudanças e Permanência
>  Pesquisa Espírita e Espiritualista
>  A Pureza Doutrinária e a Ciência
>  O que é Apometria e diferenças entre ela e o Espiritismo
>  O que é que o Espiritismo tem... que os outros não tem?
>  O que seria Pureza Doutrinária segundo o Espiritismo?
>  Sobre Caboclos e Pretos Velhos
>  A Transmissão do Pensamento é um Fenômeno Não-Local?
>  Um ensaio sobre matéria e energia
>  Uma análise científica de algumas afirmações de A Grande Síntese, de Pietro Ubaldi
>  Viagem no tempo: uma restrição espírita

Curso de Ciência e Espiritismo :
>   1 - Introdução e Conceito de Ciência
>   2 - O Método científico e um pouco mais sobre ciência
>   3 - A Ciência Espírita e a divulgação dos trabalhos científicos
>   4 - Tópicos de pesquisa multidisciplinar entre algumas Ciências e o Espiritismo - O método de análise por pares
>  5 - Contribuições da Matemática : Periódicos espíritas
>  6 - Física e Espiritismo I : propriedades da matéria - A diferença entre livros e artigos
>  7 - Física e Espiritismo II : energia e matéria. Referências científicas na pesquisa espírita
>  8 - Física e Espiritismo III : Análise dos Fenômenos Espíritas. Exemplos de pesquisas com valor científico
>  9 - Física e Espiritismo IV : Fenômenos espíritas: Clássicos ou quânticos?
>  10 - Física e Espiritismo V : Deus, Espírito e Função de onda
>  11 - Comprovação científica versus característica científica
>  12 - Física e Espiritismo : considerações finais
>  13 - O Espiritismo e a Universidade
>  14 - O que é um Projeto de Pesquisa ?
>  15 - Exemplo de Projeto de Pesquisa Espírita
>  16 - O Estudo e a orientação no trabalho de pesquisa espírita
>  17 - O Laboratório da Pesquisa Espírita
>  18 - Conclusões Finais

> Curso de Ciência e Espiritismo - texto completo em word

Artigos com co-autoria:

Alexandre Fontes da Fonseca; Ademir Xavier Jr.,
> Um Diálogo Fraterno sobre Ciência & Espiritismo

Alexandre Fontes da Fonseca; Alvaro Vannucci
> Embriões congelados: espíritos ligados por até 12 Anos

Alexandre Fontes da Fonseca; Antonio Cunha Leite Lacerda; CristianoTorchi
> Reflexões Críticas sobre o Perispírito e sua Influência na Formação e Manutenção do Corpo Físico

Alexandre Fontes da Fonseca; Leonardo Marmo Moreira
>    As Barreiras vibratórias e suas consequências para a programação reencarnatória
>    Reencarnação e suas evidências científicas: trabalhos acadêmicos de Erlendur Haraldsson e correlações doutrinárias



topo

 

Acessem os Artigos, teses e publicações: ordem pelo sobrenome dos autores :
- A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O
- P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z - Allan Kardec
* lembrete - obras psicografadas entram pelo nome do autor espiritual