Espiritualidade e Sociedade



Paulo Dalgalarrondo


>   Estudos sobre religião e saúde mental realizados no Brasil: histórico e perspectivas atuais

Artigos, teses e publicações

Compartilhar

Paulo Dalgalarrondo
>   Estudos sobre religião e saúde mental realizados no Brasil: histórico e perspectivas atuais

 

 

Paulo Dalgalarrondo - Departamento de Psicologia Médica e Psiquiatria da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas

 



Resumo



Contexto: Há mais de um século, vários pesquisadores brasileiros têm estudado as relações entre religiosidade e transtornos mentais, mas estes trabalhos são pouco conhecidos atualmente.

Objetivos: apresentar um panorama e uma análise crítica da produção sobre saúde mental e religião no Brasil.

Métodos: análise das pesquisas de relevância histórica, assim como investigações contemporâneas sobre o tema saúde mental e religião no Brasil.

Resultados: os trabalhos históricos foram iniciados no final do século XIX e muitos deles dedicam-se ao tema do messianismo e de formas coletivas de “loucura religiosa”. Os trabalhos contemporâneos tratam de temas como religião, uso de álcool e drogas, assim como de uma variedade de condições clínicas, como esquizofrenia e suicídio. Falta a esta linha de pesquisa uma melhor articulação entre investigação empírica e análise teórica dos dados, assim como um diálogo mais próximo com ciências sociais, como a antropologia e a sociologia da religião.

Conclusões: há uma rica multiplicidade metodológica e de temas abordados nestes estudos sobre religiosidade e saúde mental. A busca de teorias para nortear as pesquisas empíricas e uma maior articulação com as ciências sociais poderão contribuir para uma maior avanço nesta área.

Dalgalarrondo, P. / Rev. Psiq. Clín. 34, supl 1; 25-33, 2007

 

 

>>>  clique aqui para acessar artigo completo em pdf

 

Fonte: http://www.hcnet.usp.br/ipq/revista


topo