José Reis Chaves

>     Teologia nunca foi matemática, os Teólogos criaram essa problemática

Artigos, teses e publicações

Compartilhar

José Reis Chaves
>    Teologia nunca foi matemática, os Teólogos criaram essa problemática

 


Um papa e os bispos antigos decidiram que eles reunidos, em concílios ecumênicos, são infalíveis. Mas como, se a Bíblia e a Igreja têm erros, e nem Jesus sabe tudo? Ele disse que não é do conhecimento Dele e dos anjos celestiais quando será o final dos tempos, mas que só Deus, o Pai, o sabe. (São Mateus 24: 36). Aliás, isso comprova também que Jesus não é mesmo Deus, segundo o dogma do Concílio Ecumênico de Nicéia (325). Realmente, só mesmo Deus, o Pai, é onisciente e infalível.

A instabilidade da fé dos fiéis cristãos que mudam de igreja, como macacos pulando de galho em galho, prova os erros doutrinários dos teólogos imaturos antigos. Quanto mais sólida for a fé, mais força tem o religioso para praticar o bem. Mas a fé não raciocinada é inútil, como vem acontecendo, há séculos, com a maioria dos cristãos, mais presos a dogmas e rituais do que à vivência do evangelho. E os teólogos de hoje não aceitam que seus colegas antigos erraram, porque eles terão que reconhecer forçosamente que eles erram também. Eis aí o problema crucial da Igreja e do cristianismo com certas doutrinas contrárias à Bíblia e impostas aos fiéis pela força, as quais são hoje insustentáveis.

Jesus é nosso salvador, mas não com o seu sangue, e sim, com seu evangelho de amor incondicional e irrestrito, até para com os nossos inimigos. E um grande erro teológico secular é o de muitos cristãos crerem piamente que o sangue derramado de Jesus na cruz fez Deus sentir-se plenamente indenizado pela dor de nossos pecados, ficando Ele tão feliz, tão alegre, tão contente e tão sorridente, que Ele até se esqueceu dos nossos pecados! Mas não é Deus que sofre com os nossos pecados contrários às suas leis, e sim, os nossos semelhantes e, por consequência, também os transgressores dessas leis, pois colhemos o que semeamos!

A reforma que Francisco tem, pois, que fazer é esta: Uma reinterpretação do evangelho e com uma fé raciocinada. E, por falar em Francisco, o maior cristão do mundo, dos nossos dias, com 212 biógrafos brasileiros e estrangeiros, é o Francisco Cândido Xavier. E até circula na internet a brincadeira bem humorada e respeitosa de que o papa escolheu esse nome por causa do Chico Xavier!

O problema para o Francisco resolver não é tanto o de política social da Igreja, que tem a sua importância, mas que é mais ideologia do que teologia, e sim, o de doutrinas teológicas não bíblicas, tidas erradamente como sendo tão exatas, como se fossem dados matemáticos, quando a teologia nunca foi ciência exata, jamais o é e jamais o será!
Eis aí a problemática da Igreja e do Cristianismo em geral! E repitamos, pois, em alto e bom som a mais oportuna e badalada frase do momento, do cardeal dom Cláudio Hummes: como está a Igreja não funciona!


Na TV Mundo Maior, por parabólica, a cabo e no site www.redemundomaior.com.br o programa "Presença Espírita na Bíblia", com Celina e este colunista, nas quintas-feiras, às 20h, com reprise aos domingos, às 23h. Para suas perguntas e sugestões: presenca@tvmundomaior.com.br

E, na Rede TV, o "Transição", aos domingos, às 16h15 e outros horários da madrugada.

II Congresso de Ciência, Saúde e Espiritualidade de Divinópolis (II CONSEDI), de 14 a 16 de junho de 2013, no Salão de Convenções do Centro Espírita Jesus de Nazaré, Rua do Cobre, 57, Niterói, Divinópolis (MG). Contato: Eliane e Evaldo (37) 3071-2699. consedi.ame@gmail.com www.amedivinopolis.com

 

Obs.:

Esta coluna, de José Reis Chaves, às segundas-feiras, no diário de Belo Horizonte, O TEMPO, pode ser lida também no site www.otempo.com.br Clicar “TODAS AS COLUNAS”. Podem ser feitos comentários abaixo da coluna.


Ficarei grato pela citação nelas de meus livros:

“A Face Oculta das Religiões”, Ed. EBM (SP), “O Espiritismo Segundo a Bíblia”, Editora e Distribuidora de Livros Espíritas Chico Xavier, Santa Luzia (MG), “A Reencarnação na Bíblia e na Ciência” Ed. EBM (SP) e “A Bíblia e o Espiritismo”, Ed. Espaço Literarium, Belo Horizonte (MG) – www.literarium.com.br - e meu e-mail: jreischaves@gmail.com Os livros de José Reis Chaves podem ser adquiridos também pelo e-mail: contato@editorachicoxavier.com.br e o telefone: 0800-283-7147.



topo

 

Leiam outros textos de José Reis Chaves:

>   O Criacionismo e o Evolucionismo são duas verdades possíveis

>   Demos as mãos à verdade, acatando na Bíblia a Mediunidade
>   Deus e o livre-arbítrio
>   A Diversidade religiosa  
>   A doutrina evangélica das obras e a paulina de sacrifícios e da graça
>   Em grego e português, palingenesia é sinônima de reencarnação
>   Em Teologia não sejamos um moleque, saibamos, pois, o que é Filioque
>   É o Espírito Santo dogmático que causa polêmica, não o bíblico
>   A fraca e estéril Fé da Educação e a forte e fértil Fé da Instrução
>   Homens inspirados por espíritos tidos como Deus escreveram a Bíblia
>   Honremos a Bíblia Mosaica, mas sigamos a Cristã em nada judaica
>   A Mulher não é Ovípara
>   Nós nos movemos no tempo, mas é ele que se move em Deus
>   Para os Cristãos, ele é um Encanto, mas o que é mesmo o Espírito Santo?
>   As penas bíblicas são eternas e jamais poderiam ser sempiternas
>   Qual cristianismo é o verdadeiro, o dogmático ou o evangélico?
>   A reencarnação segundo a Bíblia e a ciência
>   Ressurreição e reencarnação, duas palavras que são uma
>   Teologia nunca foi matemática, os Teólogos criaram essa problemática
>   A universalidade da reencarnação

 

 


topo


 

Acessem os Artigos, teses e publicações: ordem pelo sobrenome dos autores :
- A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O
- P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z - Allan Kardec
* lembrete - obras psicografadas entram pelo nome do autor espiritual