José Reis Chaves

>   A Diversidade religiosa

Artigos, teses e publicações

Compartilhar

José Reis Chaves
>   A Diversidade religiosa


As pessoas têm graus diferentes de evolução oriundos de reencarnações passadas de seus espíritos. Cada espírito, pois, vem com seu próprio acervo cultural, inclusive o religioso.

O espiritismo não tem rituais e não faz casamentos. Porém o conhecido médium baiano psicopictógrafo (de pintura mediúnica) José Medrado, que vai à Europa e a outras partes do mundo, várias vezes por ano, fazer suas pinturas mediúnicas em redes de TV, é a favor do casamento espírita.

Fundador e dirigente da famosa comunidade espírita de Salvador, “Cidade da Luz”, ele pediu ao Tribunal de Justiça da Bahia a instituição do casamento espírita. O espiritismo é uma ciência e aceita, pois, a evolução. Mas alguns meios espíritas perseguem os inovadores. E até o chamado “olho grande”, às vezes, se encontra entre eles.

Como se vê, os espíritas erramos também, pois somos seres humanos imperfeitos, como qualquer outra pessoa, em busca da perfeição. O Alamar Régis, fundador e diretor da Rede Visão Espírita, é também vítima de muitas dessas perseguições de espíritas fundamentalistas. Ele acaba de enviar uma carta à Federação Espírita Brasileira (FEB), apelando para o seu presidente e vice-presidente, respectivamente, Nestor Masotti e Altivo Ferreira, pedindo apoio para o casamento espírita que, é óbvio, não terá caráter de sacramento e será grátis. Essa briga é entre respeitados gigantes espíritas do mundo, já que é aqui no Brasil que o espiritismo, a exemplo do catolicismo, mais se difundiu. Porém até o autor desta coluna, o qual é uma figura modesta dentro do espiritismo, mas porque o seu trabalho tem um forte enfoque de Bíblia e de mídia, é também vítima de alguns dirigentes espíritas que tentam ignorá-lo e isolá-lo, quando o espiritismo é bíblico em toda a acepção da palavra, além de o Espírito de Verdade ter dito que a maior caridade que podemos fazer com a doutrina espírita é a sua divulgação.

Diante desses fatos, perguntamos: será que o espiritismo vai cometer os mesmos erros da Igreja, que, justamente por ignorar, nos tempos passados, a inevitabilidade da diversidade religiosa das pessoas, acabou levando o cristianismo a fracionar-se em mais de 300 igrejas?

 

 

Fonte: http://www.apologiaespirita.org

 


topo

Leiam outros textos de José Reis Chaves:

>   O Criacionismo e o Evolucionismo são duas verdades possíveis

>   Demos as mãos à verdade, acatando na Bíblia a Mediunidade
>   Deus e o livre-arbítrio
>   A Diversidade religiosa  
>   A doutrina evangélica das obras e a paulina de sacrifícios e da graça
>   Em grego e português, palingenesia é sinônima de reencarnação
>   Em Teologia não sejamos um moleque, saibamos, pois, o que é Filioque
>   É o Espírito Santo dogmático que causa polêmica, não o bíblico
>   A fraca e estéril Fé da Educação e a forte e fértil Fé da Instrução
>   Homens inspirados por espíritos tidos como Deus escreveram a Bíblia
>   Honremos a Bíblia Mosaica, mas sigamos a Cristã em nada judaica
>   A Mulher não é Ovípara
>   Nós nos movemos no tempo, mas é ele que se move em Deus
>   Para os Cristãos, ele é um Encanto, mas o que é mesmo o Espírito Santo?
>   As penas bíblicas são eternas e jamais poderiam ser sempiternas
>   Qual cristianismo é o verdadeiro, o dogmático ou o evangélico?
>   A reencarnação segundo a Bíblia e a ciência
>   Ressurreição e reencarnação, duas palavras que são uma
>   Teologia nunca foi matemática, os Teólogos criaram essa problemática
>   A universalidade da reencarnação

 

 


topo


 

Acessem os Artigos, teses e publicações: ordem pelo sobrenome dos autores :
- A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O
- P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z - Allan Kardec
* lembrete - obras psicografadas entram pelo nome do autor espiritual