Espiritualidade e Sociedade




Orson Peter Carrara

>    Walter Oliveira Alves: "A Doutrina Espírita tem um caráter eminentemente pedagógico"

Artigos, teses e publicações

Compartilhar

Orson Peter Carrara
>  Walter Oliveira Alves: "A Doutrina Espírita tem um caráter eminentemente pedagógico"

 

Em 2008, Orson Peter Carrara, de Matão, publicou na revista semanal de divulgação espírita O Consolador entrevista com o pedagogo espírita Walter Oliveira Alves, a qual reproduzimos abaixo:

 

Walter Oliveira Alves:

"A Doutrina Espírita tem um caráter eminentemente pedagógico" - Uma visão da educação por parte de um pedagogo espírita, que diz ser urgente investir na Casa Espírita auxiliando o preparo psicopedagógico dos trabalhadores da área infanto-juvenil e das demais áreas.

 

 

Formado em Pedagogia, Filosofia e História da Educação e Psicologia da Educação e Didática, Walter Oliveira Alves é diretor do IDE – Instituto de Difusão Espírita, de Araras (SP), cidade onde nasceu e reside.

Espírita há 35 anos, palestrante e escritor, são de sua autoria os seguintes livros, todos publicados pelo IDE: Deus, Nosso Pai (voltado para a criança), Educação do Espírito, Introdução ao Estudo da Pedagogia Espírita, Prática Pedagógica na Evangelização (vols. I, II e III) e O Teatro na Educação do Espírito.

De sua dedicação à educação, nasceram o conhecido Encontro Anual de Evangelização, os dinâmicos sites de pedagogia e a Revista Pedagógica Espírita, assuntos sobre os quais Walter concedeu-nos a seguinte entrevista:

 

O Consolador: De onde seu interesse pela Pedagogia? E como entender a Pedagogia Espírita?
Meu interesse pela pedagogia vem desde criança. Sempre quis ser professor. Mas o interesse aumentou quando do meu contato com a Doutrina Espírita. Entendemos por Pedagogia em geral, e especialmente por Pedagogia Espírita, a ciência e a arte da educação, o processo através do qual se desenvolve o "germe" da perfeição no íntimo de cada um, Espíritos imortais que somos, filhos e herdeiros de Deus. É o desenvolvimento gradual e progressivo das potências da alma, através do exercício do amor e do conhecimento da verdade, verdade relativa ao nosso estado evolutivo, ou seja, das leis que regem nossas vidas e principalmente do "conhecimento de si mesmo". A Pedagogia Espírita representa o retorno do AMOR e da VERDADE UNIVERSAL ao cenário pedagógico da humanidade através da coragem de expressar essa verdade sem preconceitos, sem meias verdades, como fez Eurípedes Barsanulfo.


O Consolador: Foi a experiência com os Encontros Anuais para formação de Evangelizadores, em Araras, que culminou com o lançamento da Revista Pedagógica Espírita?
A idéia de criar a Revista Pedagógica Espírita, bem como o site www.pedagogiaespirita.org, nasceu em Nova York, por ocasião de nossa viagem aos Estados Unidos, num ciclo de seminários e palestras sobre Educação Espírita. Por isso, o site ou portal Pedagogia Espírita tem caráter internacional. Hoje, a Revista Pedagógica Espírita conta com colaboradores de várias partes do mundo, Estados Unidos, Brasil e vários países da Europa.


O Consolador: De onde surgiu a iniciativa dos já tradicionais Encontros de Evangelizadores, em Araras, sempre realizados durante os feriados de carnaval?
O Encontro no período do carnaval começou há 23 anos, devido a necessidade de preparar evangelizadores em nossa região. Nos primeiros anos atendia apenas a região de São Paulo, depois estendeu-se a todo o Brasil e a alguns confrades de outros países.


O Consolador: Os sites vinculados à publicação que estréia já estão ativos? Cite-os por favor e apresente um resumo deles.
Nascido em Nova York, o site www.pedagogiaespirita.org tem o objetivo de auxiliar os educadores espíritas, em especial os evangelizadores. Consta de vários itens como: 1. Revista Pedagógica Espírita; 2. Escola Virtual, com cursos on-line gratuitos; 3. Evangelização, com link para o site abaixo; 4. Escola Espírita, correspondendo a estudos sobre a aplicação pedagógica em uma escola genuinamente espírita e 5. TV Educar - uma TV pela internet voltada para a educação que deverá ser ativada apenas em meados deste ano. O site www.evangelizacaoglobal.org é voltado para auxiliar o trabalho do evangelizador espírita.


O Consolador: Como são organizados os encontros anuais em Araras? Qual o critério e quais as didáticas aplicados? 
Os encontros são organizados por uma equipe pedagógica e visa oferecer embasamento teórico e subsídios para a prática pedagógica na Evangelização, bem como oficinas de artes: música, teatro, dança, artes plásticas e literatura infantil.


O Consolador: Como você tem visto pelo país a aplicação da pedagogia espírita nas instituições?
A nosso ver, a Doutrina Espírita tem um caráter eminentemente pedagógico. Ao apresentar o homem como um Espírito em um processo evolutivo, num constante "vir-a-ser", desenvolvendo gradualmente as potências da alma, o "germe da perfeição" ou o Reino a que se referiu Jesus, a Doutrina Espírita se torna um roteiro pedagógico para toda a humanidade. Faz renascer o Evangelho de Jesus em toda a sua pureza primitiva, como bem citado por Kardec em O Evangelho segundo o Espiritismo, e, ao mesmo tempo, oferece novos conhecimentos que Jesus, como Mestre por excelência, não poderia naquela ocasião ensinar, devido ao grau evolutivo dos "alunos" da época. Nesse sentido, a Pedagogia Espírita está presente hoje na mente e no coração dos educadores espíritas, sejam professores, evangelizadores ou pais. Está presente nos jovens e adultos que labutam na evangelização infanto-juvenil, que palestram nas Casas Espíritas, que participam dos grupos de estudos, nas atividades assistenciais exercitando e exemplificando o amor ao próximo.


O Consolador: Uma das grandes dificuldades do movimento espírita tem sido o preparo – ou o despreparo – de trabalhadores nessa área (infância e mocidade), especialmente o desinteresse de muitos dirigentes para a essencial questão. Como vencer isso?
O progresso se faz lentamente, mas está ocorrendo. Exatamente por não ser elitista, a pedagogia espírita amplia seus estudos em todos os campos do saber humano. Mas hoje é urgente investir na Casa Espírita, auxiliando o preparo psicopedagógico dos trabalhadores, não só da infância e juventude, mas de todas as áreas. A Casa Espírita representa hoje a Escola Espírita em toda a sua simplicidade, beleza e dinamismo, oferecendo as bases para a construção do conhecimento dentro de cada um, da divulgação da VERDADE UNIVERSAL, ou seja, desse conhecimento que liberta a alma de preconceitos e dogmas e, ao mesmo tempo, incentiva a prática do AMOR.


O Consolador: Qual a melhor dica para prender a atenção da criança e transmitir o ensino espírita?
A educação, em seu aspecto global, não se limita ao ensino espírita. O conhecimento é necessário e indispensável, mas não suficiente. A Educação do Espírito tem como objetivo o desenvolvimento integral do Espírito, as potências da alma, em todos os aspectos, intelectual (aspecto cognitivo), moral e afetivo (aspecto afetivo) e na vontade (aspecto volitivo). O próprio conhecimento que a Doutrina Espírita oferece, de forma clara, dentro da estrutura deixada por Allan Kardec, a partir de O Livro dos Espíritos, é tremendamente atrativo para as crianças e especialmente para os jovens. Temas como reencarnação, imortalidade da alma, lei de causa e efeito, pululam por toda parte, nos filmes, documentários e até mesmo nas novelas da televisão.

A Casa Espírita tem, pois, o objetivo de esclarecer, de tirar dúvidas e oferecer esse conhecimento de forma autêntica e profunda, através das obras de Kardec e demais obras espíritas, psicografadas ou não. Mas a criança, o jovem e todos nós aprendemos vivenciando, em seu aspecto intelectual, afetivo e volitivo. Deve-se trabalhar o "querer", o sentimento e o intelecto, de forma integrada. Vemos isso em Pestalozzi quando afirma que a criança deve ser estimulada na inteligência, no sentimento e nos sentidos (método intuitivo). Alias, é de Pestalozzi a melhor definição de educação, que pode muito bem ser utilizada por todos nós: a educação é "o desenvolvimento natural, progressivo e harmonioso de todos os poderes e faculdades do ser".

O Consolador: Qual a importância da arte (música, teatro, dança, artes plásticas e atividades pedagógicas) na educação do Espírito?
A arte exerce enorme influência tanto no aspecto afetivo como no aspecto volitivo. Como atividade criadora por excelência, vem ao encontro das necessidades de movimento, expansão e ação das crianças, jovens e adultos. Não apenas ação motora, mas os movimentos intensos da própria alma na expansão profunda do sentir e do querer. À Educação Espírita cabe a tarefa de conduzir essa criatividade para os canais superiores da vida.


O Consolador: Para quem está distante e não tem oportunidade ou recurso para participar de eventos de preparo e reciclagem como os realizados em Araras, mas possui dentro de si muito amor e boa vontade, que recursos você indica para tornar as aulas agradáveis e atraentes?
Sugerimos acessar o site www.pedagogiaespirita.org, no qual são ministrados alguns cursos gratuitamente. O participante poderá também participar da lista pedagogia espírita, ampliando assim, através de trocas de idéias, estudos e prática, a sua visão da educação em seu aspecto integral: a educação do Espírito.


O Consolador: Para quem quiser assinar a revista, quais os contatos? Ela é uma publicação voltada para a prática pedagógica, como indica seu título?
Ela é voltada tanto para a teoria como para a prática. A assinatura poderá ser feita no site www.pedagogiaespirita.org ou diretamente no link: www.pedagogiaespirita.org/revista/assinatura.htm

 



Fonte: http://www.oconsolador.com.br/ano2/58/entrevista.html

 

 


topo

 

Leiam outros textos de: Orson Peter Carrara

>  Bases históricas
>  A Crise do Dirigente
>  Das dificuldades do Espiritismo prático
>  Fragmentos de Kardec
>  Fundamentos da União
>  Nunca ao Sabor do Capricho
>  Paradigmas e Preconceitos
>  Práticas Distantes
>  Quem foi o professor Rivail?
>  Walter Oliveira Alves, pedagogo - entrevista: "A Doutrina Espírita tem um caráter eminentemente pedagógico"